Política

Datena diz que será candidato ao Senado na chapa de Rodrigo Garcia

Apresentador, que concorrerá às eleições pelo União Brasil, descartou possibilidade de ser vice de Garcia

Foto: Divulgação/Rede Bandeirantes

O apresentador José Luiz Datena decidiu nesta segunda-feira (14) que será candidato ao Senado na chapa do vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB).

A informação foi divulgada pela "Folha de S.Paulo" e confirmada ao GLOBO pela campanha de Garcia.

A candidatura ao Senado Federal será pelo União Brasil, partido que nasceu da fusão do DEM com o PSL, este último ao qual Datena já era filiado.

Em dezembro, Datena já havia confirmado o apoio à candidatura de João Doria (PSDB) ao Palácio do Planalto, descartando a ida ao PSD de Gilberto Kassab. Na ocasião, no entanto, ele ainda não sabia se seria candidato ao Senado ou vice na chapa de Garcia, possibilidade que foi descartada.

Na última sexta-feira (11), durante seu programa na TV Bandeirantes, o apresentador afirmou que também recebeu convites de Tarcísio Gomes, ministro da Infraestrutura do governo Jair Bolsonaro (PL) e pré-candidato ao governo de São Paulo, e do presidenciável Ciro Gomes (PDT).

"Fui procurado pelo Tarcísio para ser candidato ao Senado por ele. E meto o pau no governo todo dia. Fui procurado pelo Rodrigo para ser candidato a senador pelo governo de São Paulo. E meto pau no governo todo dia. Por exemplo, a polícia que é mal paga, aumento que recebeu a policia é pequenininho, devia ser muito maior e ai por diante. Fui procurado pelo Ciro, o Ciro não governa nada, para ser candidato à vice", afirmou Datena, acrescentando que, se escolher o lado do governo de São Paulo, vai continuar dando "porrada" nas injustiças.

"Datena entende e tem a sensibilidade necessária para lutar pelos interesses da população de São Paulo no Senado. Sua vida e atuação profissional sempre foram pautadas pela indignação  e disposição de combater injustiças. Tê-lo ao meu lado, só engrandece nossa coligação", disse Rodrigo Garcia, por meio de sua assessoria de imprensa. 

Veja também

Barroso, do STF, defende descriminalização do aborto: "Má política pública"
aborto

Barroso, do STF, defende descriminalização do aborto: "Má política pública"

TRE-DF torna Leandro Grass, ex-candidato ao GDF, inelegível por 8 anos
brasil

TRE-DF torna Leandro Grass, ex-candidato ao GDF, inelegível por 8 anos