DEM anuncia apoio a Antônio Campos

Aliança com o candidato a prefeito de Olinda foi autorizada pelo ministro Mendonça Filho

Alinne RosaAlinne Rosa - Foto: Felipe Souto Maior/Divulgação

 

A campanha de Antônio Campos (PSB) para prefeito de Olinda ganhou, na terça-feira (11), mais um reforço. Com aval do ministro da Educação, Mendonça Filho, o DEM anunciou que irá apoiar a candidatura do socialista na reta final, após caminhar ao lado de Izabel Urquiza (PSDB), no primeiro turno. No entanto, a tucana, que ficou em terceiro lugar no primeiro turno da disputa, já anunciou que permanecerá neutra, apesar da recomendação na direção nacional do seu partido que, através do senador Aécio Neves, recomendou a aliança com o PSB. A família de Urquiza, por outro lado, subiu no palanque do candidato Professor Lupércio (SD), rival do socialista no segundo turno.

A reunião que confirmou a adesão ocorreu no escritório político do DEM, no bairro do Amparo. Segundo o secretário geral da sigla em Olinda, Alexandre Maranhão, os membros do partido decidiram, por unanimidade, apoiar a Coligação Muda Olinda. "É o melhor quadro que existe hoje. A gente precisa de mudança de verdade e ela virá com Antônio Campos. Já o outro lado é a continuação de uma gestão desastrosa de 16 anos. 

Por isso, apoiamos Antônio pelo sentimento de mudança e por sua competência para administrar nossa cidade", colocou. Campos comemorou a adesão: "É um partido importante que mostra que quer a mudança para a cidade. Ele mostra que tem responsabilidade pela mudança que Olinda precisa. Essa não é uma vitória de Antônio Campos ou de Ceça Silva, mas uma vitória de várias forças políticas". Nesta semana, a direção nacional do PSL também anunciou apoio ao socialista, assim como o diretório estadual do PDT. A coligação é formada pelo PSB, PHS, PR, PSC, PTC, PPL, REDE, PMB, PSDC, PROS e PEN.

PDT

Por sua vez, o professor Lupércio (SD) também recebeu mais uma força na corrida eleitoral. O deputado federal Carlos Eduardo Cadoca (PDT) anunciou que irá apoiá-lo, ao contrário da decisão do presidente estadual do partido, Wolney Queiroz, que afirmou estar ao lado de Antônio Campos. Contundente, o parlamentar disse que "não irá se render" e que estará nas ruas para ajudar o postulante. "Tenho a minha posição e vou ficar com Lupércio", garantiu.

 

Veja também

Bolsonaro diz que pediu flexibilização de restrições para entrada nos EUA para estudantes
Diplomacia

Bolsonaro diz que pediu menos restrições para entrada de estudantes nos EUA

Disputa começa a entrar na pauta do eleitor
Edmar Lyra

Disputa começa a entrar na pauta do eleitor