Demissão de Moro é começo do fim, diz líder da bancada da bala

Vai ser um desastre completo, é o princípio do fim desse governo, disse o deputado Capitão Augusto (PL-SP)

Ministro Sérgio MoroMinistro Sérgio Moro - Foto: Pedro França/Agência Senado

O deputado Capitão Augusto (PL-SP), egresso da Polícia Militar, não conseguia acreditar nas notícias sobre a saída de Sergio Moro (Justiça) pouco antes do anúncio do ministro, na manhã desta sexta (24).

"Vai ser um desastre completo, é o princípio do fim desse governo", disse. "Moro é popular, está na galeria dos heróis contemporâneos, da qual nem Bolsonaro, nem Paulo Guedes fazem parte".

Leia também:
Saída de Moro provoca panelaços e buzinaços com críticas a Bolsonaro
Com saída de Moro, ministro amigo de Bolsonaro é o mais cotado para assumir Justiça
Após embate com Bolsonaro sobre comando na PF, Moro pede demissão do ministério da Justiça


O deputado afirma que o apoio da bancada, formada por mais de uma centena de parlamentares, ao presidente deve diminuir sem Moro. "Ainda mais se a demissão foi por uma razão não republicana. Nem o PT teve a petulância de interferir na PF [Polícia Federal]", afirmou.

Para o deputado, Moro é o principal pilar de Bolsonaro, que se elegeu com importante apoio de eleitores que se diziam antipetistas. "O antipetismo é Moro", disse. "Se Bolsonaro demiti-lo, será uma derrota popular e também no meio político".

Veja também

Manifestantes fazem protesto contra Bolsonaro no Recife
Blog da Folha

Manifestantes fazem protesto contra Bolsonaro no Recife

Fundão eleitoral de R$ 5,7 bilhões foi inflado sem emenda para não deixar rastro de congressistas
Fundo eleitoral

Fundão eleitoral de R$ 5,7 bilhões foi inflado sem emenda para não deixar rastro de congressistas