8 de Janeiro

Demissão no GSI: Lula diz que general Gonçalves Dias 'saiu por vontade própria'

Presidente respondeu após ser questionado se estava chateado com a saída do ministro. Saída de militar do cargo deu força para movimento de extinção do órgão

GSI é responsável pela segurança dos palácios presidenciais.GSI é responsável pela segurança dos palácios presidenciais. - Foto: Evaristo Sá/AFP

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta quinta-feira que não estava chateado com a saída do ministro Gonçalves Dias porque ele decidiu sair "por conta própria". GDias, como era conhecido, pediu demissão ontem após a divulgação de imagens do circuito interno de câmeras de segurança do Palácio do Planalto.

– Não. Ele saiu por conta própria – afirmou Lula ao Valor Econômico após ser questionado se estava chateado com a saída do ministro.

O GSI é responsável pela segurança dos palácios presidenciais. Na gravação, GDias e outros militares do GSI aparecem circulando ao lado dos invasores sem apresentar nenhum tipo de resistência.

GDias é o primeiro ministro a sair do governo neste terceiro mandato de Lula. Com a demissão, mudou o clima na base do governo, e aliados passaram a apoiar CPMI dos atos antidemocráticos.

Como o Globo mostrou, a demissão de GDias deu força a um movimento no governo para extinção do órgão, tradicionalmente comandado por militares. A pasta, que já havia sido esvaziada no início do ano, deverá ser reestruturada a partir de agora e pode perder o status de ministério.

A ideia defendida por integrantes do governo é retirar a maior quantidade possível de militares atualmente lotada no GSI e transformar em uma secretaria. Abaixo dessa nova estrutura, ficariam a Secretaria Extraordinária de Segurança Imediata do Presidente da República — responsável pela proteção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do vice, Geraldo Alckmin, e seus familiares —, além da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), que foi deslocada para a Casa Civil.

Veja também

Padilha diz que governo vai continuar convidando dirigentes para eventos com Lula
Padilha

Padilha diz que governo vai continuar convidando dirigentes para eventos com Lula

Lula chama de "comício" inauguração de obra em Guarulhos sem presença de Tarcísio
Lula

Lula chama de "comício" inauguração de obra em Guarulhos sem presença de Tarcísio

Newsletter