Deputado apresenta projeto para proibir pesquisas eleitorais

Segundo o texto do deputado Giovani Cherini (PR-RS), reeleito em 2018, as pesquisas "impactam negativamente na higidez do prélio eleitoral"

Deputado Giovani CheriniDeputado Giovani Cherini - Foto: Reprodução/Site Giovani Cherini

Foi apresentado nesta terça-feira (30) na Câmara projeto de lei que visa proibir a divulgação de pesquisas eleitorais. Segundo o texto do deputado Giovani Cherini (PR-RS), reeleito em 2018, as pesquisas "impactam negativamente na higidez do prélio eleitoral".

O parlamentar cita os institutos Datafolha e Ibope e os casos das pesquisas para governo estadual no Rio de Janeiro e em Minas Gerais em 2018.

Leia também:
'Reconhecemos o resultado da eleição, não somos Aécio', diz Boulos na Paulista


Em ambos os estados, os resultados do primeiro turno das urnas surpreenderam. No Rio, o ex-juiz Wilson Witzel (PSC) disparou e chegou ao segundo turno em primeiro lugar (depois, no dia 28, foi confirmado governador). O mesmo ocorreu com Romeu Zema (Novo) em Minas. De acordo com o deputado, os "erros estão muito acima das margens de erro toleradas pelos próprios institutos de pesquisa".

Antes de seguir para análise de comissões, a proposta aguarda análise do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). "As pesquisas ajudam a contar a história da eleição. Neste ano, evidenciaram os movimentos de ultima hora, componente frequente dos pleitos brasileiros. Considerar erro das pesquisas significa fechar os olhos para fenômeno", disse Mauro Paulino, diretor do Datafolha, sobre o projeto apresentado.

Veja também

Cidades têm volta do panelaço em protesto pela má condução da pandemia pelo governo federal
Protesto

Cidades têm volta do panelaço em protesto pela má condução da pandemia pelo governo federal

Oposição decide entrar com novo pedido de impeachment de Bolsonaro por crise em Manaus
Congresso

Oposição decide entrar com novo pedido de impeachment de Bolsonaro por crise em Manaus