Desembargador do TRF cassa decisão de Bretas e libera viagem de Temer a Oxford

Temer foi convidado a falar no local e, ainda em julho, pediu permissão à Justiça para deixar o país por seis dias. O juiz federal Marcelo Bretas negou permissão a Temer

Ex-presidente da República, Michel TemerEx-presidente da República, Michel Temer - Foto: Evaristo Sá / AFP

O desembargador Antonio Ivan Athié, do TRF-2 (Tribunal Regional Federal da 2ª Região), liberou a viagem do ex-presidente Michel Temer a Londres, para palestra na Oxford Union.

Temer foi convidado a falar no local e, ainda em julho, pediu permissão à Justiça para deixar o país por seis dias e ir ao evento. O juiz federal Marcelo Bretas negou permissão a Temer, às vésperas da palestra, que ocorrerá no dia 13 de outubro.

A defesa do ex-presidente recorreu e, nesta quinta-feira (26), Athié cassou a decisão da primeira instância em sentença na qual reproduziu integralmente os termos do convite feito pela Oxford a Temer e repreendeu os motivos apontados por Bretas para vetar a viagem.

Leia também:
Bretas nega pedido do ex-presidente Temer para viajar à Inglaterra
Câmara mexe mais na reforma de Bolsonaro que na de Temer

"Vislumbra-se de plano o constrangimento ilegal, eis que o Juízo impetrado [Marcelo Bretas] fundamentou o indeferimento do pedido da defesa do paciente, de autorização de viagem ao exterior, em sua opinião pessoal sobre a necessidade da prisão cautelar, afastada pelo Superior Tribunal de Justiça."

"Em vigente dispositivo constitucional de presunção de inocência, nestes termos, e considerando a relevância para o país, e sua história, o atendimento ao convite formulado ao paciente por entidade internacional, de relevante importância mundial, defiro a liminar requerida para autorizar a viagem, no período de 13 a 18 de outubro do corrente ano, a fim atender honroso convite formulado por Oxford Union", conclui o desembargador.

Michel Temer é autor de um dos livros de direito constitucional mais vendidos do Brasil.

Veja também

Bolsonaro deve abordar questões ambientais em discurso na ONU
Política

Bolsonaro deve abordar questões ambientais em discurso na ONU

Senadores de comissão de queimadas no Pantanal querem estatuto jurídico diferenciado para bioma
Meio Ambiente

Senadores de comissão de queimadas no Pantanal querem estatuto jurídico diferenciado para bioma