Dilma discursa diante de sindicato e diz que Lula sofre perseguição

"Lula está sendo vítima de uma das mais graves ações contra uns pessoa, que é a perseguição política e a injustiça", disse Dilma

Dilma RousseffDilma Rousseff - Foto: Miguel Schincariol/AFP

A ex-presidente Dilma Rousseff subiu no carro de som para defender seu antecessor e padrinho político, "que foi reconhecido até pelo presidente dos EUA [Barack Obama, na época], que disse que ele é 'o cara'".

"Lula está sendo vítima de uma das mais graves ações contra uns pessoa, que é a perseguição política e a injustiça", disse a uma multidão que lotou os arredores do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, nesta quinta-feira (5).

Leia também:
Lula: prisão é 'absurdo' e 'sonho de consumo' de Sérgio Moro
Ordem de prisão de Lula é a mais rápida entre réus soltos da Lava Jato
Advogado de Lula afirma que a prisão é arbitrária
Grupos pró-Lula marcam ato no Recife, no Rio e em Curitiba; MBL fará comemoração

"A pergunta que cabe é: por que eles se apressaram?", questionou a ex-presidente, que deve reprisar a disputa com o rival de 2014, Aécio Neves (PSDB), desta vez na briga por uma cadeira mineira no Senado.

"Porque sabem que tem pessoas de bem neste país que não concordam com a injustiça e a perseguição sistemática. Isso existe em todos os lugares, até onde a gente menos espera: nos tribunais."

Leia também:
Preso ou não, Lula segue como candidato do PT, diz Lindbergh
Em apoio a Lula, manifestantes ocupam ruas em torno do Sindicato dos Metalúrgicos
Prisão de Lula entre os assuntos mais comentados no Twitter


Para Dilma, o pedido de prisão é "parte do golpe que começou quando me tiraram da Presidência e colocaram no Planalto uma quadrilha".

Ao pegar o elevador para sair do prédio e fazer o discurso na rua, a ex-presidente ouviu de uma admiradora: "Dilma! Guerreira! Eu amo você!". Dilma devolveu: "Tá bom", gesticulando e dizendo a outra mulher que mais ninguém podia entrar no elevador.

O senador Lindbergh Farias (PT) também discursou em um carro de som em frente ao sindicato no ABC. "Sergio Moro, você é um covarde. Esse juiz teve a ousadia de dizer o seguinte: em respeito à dignidade do cargo, Lula tem até 17h de sexta para se apresentar em Curitiba. Se eles quiserem, vão ter que ter coragem de vir até aqui."

Veja também

Marcos Pontes participa de evento sobre pesquisa da nitazoxanida
Saúde

Marcos Pontes participa de evento sobre pesquisa da nitazoxanida

YouTube bloqueia vídeo de campanha de Russomanno por desrespeitar direitos autorais da Fifa
SÃO PAULO

YouTube bloqueia vídeo de Russomanno com imagens da Fifa