A-A+

Dilma lamenta morte de ex-marido, Carlos Araújo: 'Viveu visceralmente'

"Perdi hoje um parceiro de vida", afirma a ex-presidente. "Carlos Araújo amou a vida, e lutou por ela, tanto quanto lutou por uma vida melhor para todos."

Carlos AraújoCarlos Araújo - Foto: arquivo/TRT4

A ex-presidente Dilma Rousseff divulgou, neste domingo (13), uma nota lamentando a morte de seu ex-marido, Carlos Araújo. Advogado trabalhista e, por três mandatos, deputado estadual pelo PDT, Araújo morreu na madrugada deste sábado (12) em Porto Alegre, aos 79 anos.

Leia também:
Morre Carlos Araújo, ex-marido de Dilma Rousseff


Familiares, amigos e políticos de expressão regional estiveram no seu velório, na Assembleia Legislativa gaúcha, no qual Dilma fez um discurso destacando a coerência política do ex-marido e criticando as elites do país.

"Perdi hoje um parceiro de vida", afirma a ex-presidente. "Carlos Araújo amou a vida, e lutou por ela, tanto quanto lutou por uma vida melhor para todos."

Leia a íntegra da nota:

Veja também

Comissão especial da PEC dos Precatórios será instalada na Câmara, nesta terça (21)
Congresso

Comissão especial da PEC dos Precatórios será instalada na Câmara, nesta terça (21)

Bolsonaro desmarca entrevista na ONU em cima da hora e deve antecipar volta ao Brasil
Assembleia da ONU

Bolsonaro desmarca entrevista na ONU em cima da hora e deve antecipar volta ao Brasil