Dodge pede ao STF para suspender inquérito sobre Temer

"O pedido consta em manifestação enviada ao Supremo Tribunal Federal e deve-se ao fato de o presidente ter imunidade temporária à persecução penal", informa a Procuradoria por meio de nota

Presidente Michel Temer e a procuradora-geral da República, Raquel DodgePresidente Michel Temer e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge - Foto: AFP

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu nesta terça-feira (25) a suspensão do inquérito que investiga se o presidente Michel Temer (MDB) recebeu propina da Odebrecht em 2014, aberto com base em delações da Operação Lava Jato.

Leia também
Temer admite suspender intervenção no Rio para votar Previdência
Em balanço de um ano, Raquel Dodge destaca combate à corrupção
PGR recorre contra arquivamento de inquéritos da Lava Jato
Nova fase da Lava Jato faz buscas em Lisboa contra operador financeiro


Assim, Dodge não vai apresentar nova denúncia contra o presidente, que já foi alvo de outras duas acusações na Lava Jato. "O pedido consta em manifestação enviada ao STF (Supremo Tribunal Federal) e deve-se ao fato de o presidente ter imunidade temporária à persecução penal", informa a Procuradoria por meio de nota.

"A Constituição Federal proíbe que o presidente seja denunciado por atos anteriores ao mandato", diz o texto. Em 2017, Dodge pediu a inclusão de Temer no rol de investigados por entender que "há interesse público em evitar o perecimento da prova e, com ela, da verdade, que justifica a abertura de investigação criminal a ser feita com a maior brevidade possível e no período mais próximo à data do fato apurado".

Temer ainda é investigado em outro inquérito, que apura se ele beneficiou empresas ligadas ao Porto de Santos e que está em fase final de apuração.

Veja também

PSOL pede que STF proíba Ministério da Saúde de distribuir cloroquina
Coronavírus

PSOL pede que STF proíba Ministério da Saúde de distribuir cloroquina

Maia marca audiência com embaixador da China para tentar resolver crise das vacinas
Política

Maia marca audiência com embaixador da China para tentar resolver crise das vacinas