Dodge pede justiça a defensores de direitos humanos

Ela citou a vereadora Marielle Franco (PSOL) e o motorista Anderson Pedro Gomes, assassinados na semana passada no Rio de Janeiro

Procuradora-geral da República Raquel DodgeProcuradora-geral da República Raquel Dodge - Foto: José Cruz / Agência Brasil

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, afirmou nesta segunda-feira (19), durante o 8º Fórum Mundial da Água, ser necessário garantir mais Justiça para defensores de direitos humanos e para aqueles que são vítimas da má distribuição e gestão indeficiente dos recursos hídricos.

Dodge, que falou na abertura da Conferência de Juízes e Promotores do Fórum, citou a vereadora Marielle Franco (PSOL) e o motorista Anderson Pedro Gomes, assassinados na semana passada no Rio de Janeiro. E lembrou que é preciso de justiça para quem trabalha pelos direitos humanos.

“A justiça como a água atende a uma necessidade vital de todos nós seres humanos, a de conviverem em harmonia. Precisamos de justiça para todos os defensores de direitos humanos, precisamos de justiça para Marielle e Anderson, precisamos de justiça para os que defendem a água, para os que são vítimas da falta de água e do modo injusto do uso da água. Precisamos que a água, como a justiça, seja para todos. É por ideais como este que estamos reunidos aqui”, disse Dodge.

Leia também:
Dodge desiste de PF no comando de investigação sobre morte de Marielle
Em Porto Alegre, Dodge diz que continua negociando acordos de delação


Desde que assumiu a Procuradoria-Geral da República (PGR), Dodge defende que o acesso à água passe a ser expresso como um direito humano fundamental no ordenamento jurídico brasileiro. Segundo ela, essa abordagem é a mais adequada para proteger melhor o acesso à água por comunidades vulneráveis, sendo um obstáculo à privatização da água doce, como já ocorre em países como a República Dominicana, por exemplo.

Neste fim de semana, Dodge participou da abertura do Fórum Alternativo Mundial da Água (Fama), no qual voltou a defender que o acesso a água passe a ser, formalmente, um direito humano fundamental no Brasil.

Conferência
O 8º Fórum Mundial da Água, sediado em Brasília, é o primeiro a contar com uma conferência formada por magistrados e promotores de todo o mundo para discutir os desafios jurídicos no campo dos recursos hídricos e da proteção ambiental de fontes aquíferas.

Veja também

TSE repassou ao WhatsApp 1.020 denúncias de disparo em massa nas eleições
eleições

TSE repassou ao WhatsApp 1.020 denúncias de disparo em massa nas eleições

Mourão diz que posição do governo não é por uma Constituinte
Brasil

Mourão diz que posição do governo não é por uma Constituinte