Política

Dos 27,4 mil registros de candidaturas para a eleição de outubro, 8,4 mil são de mulheres

Perfil predominante é o de mulheres brancas com nível superior

Marina Silva é uma das duas mulheres candidatas à Presidência da RepúblicaMarina Silva é uma das duas mulheres candidatas à Presidência da República - Foto: Divulgação

As candidaturas femininas nas eleições de outubro chegam a 30,7%, o equivalente a 8.435, do total de 27.485 pedidos de registros encaminhados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O Centro-Oeste é a região com maior percentual 31,14%, depois o Sudeste (31,02%), Sul (30,84%), Nordeste (30,30%) e Norte (29,75%).

Pela legislação, 30% é o percentual mínimo de candidaturas do sexo feminino por partido. Em 2014, as mulheres representavam 8,1 mil, ou 31,1% das candidaturas. Apesar da baixa evolução, analistas políticos consideram positivo o percentual registrado e observam mudanças na forma como as eleitoras devem escolher seus candidatos.

Leia também:
Debate dos presidenciáveis na Rede TV: Pancadas no PT e protagonismo de Marina
TSE registra mais de 23 mil candidatos às eleições de outubro
TSE nega novo pedido de Lula para participar de debate na TV

De acordo com os dados da Justiça Eleitoral, a maioria das candidatas se declara branca (51,7%) e parda (33,4%). A maior parte tem entre 45 e 49 anos e nível superior completo. A quantidade de casadas e solteiras é praticamente igual: 40%.

Pelos dados, 61,7% das candidaturas são para vagas de deputadas estaduais, enquanto 30% para federais. Há apenas duas candidatas à Presidência da República – Marina Silva (Rede) e Vera Lúcia (PSTU) - e 29 para governos dos estados.

Veja também

"Cotão da Saúde": saiba como funciona a distribuição dos recursos do SUS entre parlamentares
Política

"Cotão da Saúde": saiba como funciona a distribuição dos recursos do SUS entre parlamentares

Temer vira conselheiro de Simone Tebet e atua para reduzir resistências à senadora no MDB
ELEIÇÕES 2022

Temer vira conselheiro de Simone Tebet e atua para reduzir resistências à senadora no MDB