Edilson pode entrar no páreo

Na época, ambos consideravam prejudicial para a imagem do Legislativo a permanência do pedetista no posto.

Paulo CâmaraPaulo Câmara - Foto: Brenda Alcântara/Folha de Pernambuco

 

O deputado estadual Edilson Silva (PSOL) disse não descartar a possibilidade de disputar a Presidência da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) caso o atual presidente da Casa, Guilherme Uchoa (PDT), dispute a reeleição para o sexto mandato consecutivo para o cargo. Edilson Silva e o deputado Rodrigo Novaes (PSD) enfrentaram Uchoa na eleição para a Mesa Diretora em 2014. Na época, ambos consideravam prejudicial para a imagem do Legislativo a permanência do pedetista no posto.
“Estamos conversando na oposição, mas eu tenho diferenças com a gestão na Casa. Acho que é uma sinalização muito ruim para a sociedade pernambucana e que não é bom para a democracia que tenhamos uma nova recondução do deputado Uchoa para a Presidência. Já são dez anos e vai completar doze anos se ele for reconduzido. Posso dizer que não descarto a possibilidade de me candidatar novamente, nem que seja apenas para estabelecer uma posição de discordância”, avaliou.
TV Alepe
Ao falar sobre a primeira secretaria da Alepe, comandada pelo deputado Diogo Moraes (PSB), nome especulado para ocupar novamente este cargo no próximo biênio, Edilson Silva lançou críticas em relação à ausência de uma programação televisiva da Alepe, que se encerrou em agosto de 2015. “A renovação da Mesa Diretora tem a ver com o fortalecimento da Alepe e de sua capacidade de se comunicar com o mundo exterior”, declarou.

 

Veja também

Governo diz buscar 'modelos de negócios' para unidades básicas do SUS em plano de concessões
Governo Federal

Governo diz buscar 'modelos de negócios' para unidades básicas do SUS em plano de concessões

DataVox Belo Jardim: Isabelle Mendonça lidera com 47,8%
Edmar Lyra

DataVox Belo Jardim: Isabelle Mendonça lidera com 47,8%