Edilson Silva critica postura de petistas

Além disso, Edilson Silva acusou o PT de compactuar com o PSB nos últimos anos e não deixou de fustigar os socialistas.

Jonas Esticado cantou ate os primeiros raios de sol do domingo (21)Jonas Esticado cantou ate os primeiros raios de sol do domingo (21) - Foto: Divulgação

 

Incomodado com as críticas que sofreu de petistas por uma posição supostamente neutra no segundo turno, o deputado estadual Edilson Silva (PSOL), quinto colocado no primeiro turno, alfinetou, por meio das redes sociais, a postura de militantes do PT que, ao invés de “fazer campanha” para o ex-prefeito João Paulo (PT), candidato à Prefeitura do Recife, tenta “dilapidar o PSOL”. No texto, o psolista afirmou que há “uma casta de desocupados que estão ávidos e desesperados pela vitória de João Paulo para voltarem a ocupar cargos comissionados e pra fechar contratos diversos”.

Além disso, Edilson Silva acusou o PT de compactuar com o PSB nos últimos anos e não deixou de fustigar os socialistas. “Estes ficaram por mais de 15 anos numa situação confortável dentro das esferas federal, estadual e municipal, no caso de Pernambuco em parceria com o PSB, justificando todos os erros grosseiros destes governos, inclusive as corrupções. Com estes também está difícil o diálogo, pois não se trata de política, mas de disputa de aparato para deleite pessoal”, escreveu.

Na última quinta-feira, a direção do PSOL do Recife decidiu por “nenhum voto em Geraldo Julio”. O candidato petista declarou, após o término do primeiro turno, que tentaria o apoio de todos os adversários de atual prefeito, inclusive, de Edilson Silva, que obteve 18.352 votos. O ataque de alguns militantes e dirigentes petistas gerou mal estar na cúpula da campanha, que observa o psolista mais como aliado do que como adversário. A reportagem tentou contato com João Paulo, que não teve agenda pública ontem, mas não obteve êxito.

 

Veja também

Justiça derruba decisão que bloqueava bens de Doria em ação por improbidade na Prefeitura de SP
são paulo

Justiça derruba decisão que bloqueava bens de Doria em ação por improbidade na Prefeitura de SP

Com 'Erundinamóvel', vice de Boulos entrará na campanha de rua para tentar forçar ida ao 2º turno
SÃO PAULO

Com 'Erundinamóvel', vice de Boulos entrará na campanha de rua para tentar forçar ida ao 2º turno