A-A+

Covid-19

Eduardo Bolsonaro e ministra Tereza Cristina recebem diagnóstico de Covid

Ambos estiveram nos Estados Unidos nesta semana

Eduardo BolsonaroEduardo Bolsonaro - Foto: Alan Santos/PR

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) testou positivo para Covid-19 nesta sexta-feira (23). O diagnóstico foi confirmado pelo próprio filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao portal R7.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina (DEM-MS), também confirmou a infecção. Ela fez o anúncio pelas redes sociais.



Eduardo integrou a comitiva do presidente Bolsonaro que viajou a Nova York para participar da Assembleia-Geral da ONU.

Todo o grupo que esteve nos Estados Unidos foi colocado em isolamento, por recomendação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), após o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, testar positivo para Covid na terça-feira (21).

Eduardo disse ao R7 que fez o teste na quinta (23) e recebeu o resultado nesta sexta-feira.

A ministra da Agricultura disse no Twitter que está bem, cancelou compromissos e ficará isolada para cumprir quarentena.

O presidente Bolsonaro deverá realizar um novo teste RT-PCR no fim de semana e sair do isolamento se não for detectada a presença do vírus.


Em transmissão nas redes sociais na quinta-feira (23), Bolsonaro disse que duas pessoas conhecidas foram infectadas com Covid, mesmo vacinadas. Bolsonaro usou os diagnósticos para voltar a desacreditar os imunizantes, mas não citou quem havia testado positivo para Covid.

"Vou amanhã ligar para elas, para elas divulgarem. Mostrar que vacinas tomaram, para a gente realmente ter um protocolo que funcione.

Bolsonaro levou uma comitiva de 18 pessoas a Nova York, mas os integrantes da equipe de apoio também foram isolados.

Após o diagnóstico de Queiroga, que faz quarentena em Nova York, Bolsonaro decidiu fazer reunião de trabalho online e cancelar a ida ao interior do Paraná na sexta-feira (25).

O avião presidencial decolou na noite de terça dos Estados Unidos e pousou em Brasília no início da manhã desta quarta (22). Bolsonaro seguiu para o Palácio da Alvorada, residência oficial.

A viagem de Bolsonaro foi marcada por um discurso negacionista na ONU, em que ele atacou medidas de distanciamento social e defendeu medicamentos comprovadamente ineficazes para a doença.

Veja também

João Doria vence prévias do PSDB para disputar Presidência em 2022
Eleições

João Doria vence prévias do PSDB para disputar Presidência em 2022

Eliziane Gama será relatora da indicação de André Mendonça ao STF
Política

Eliziane Gama será relatora da indicação de André Mendonça ao STF