Reforma tributária

Eduardo Braga será o relator da Reforma Tributária no Senado

Segundo Pacheco, proposta será votada "nos próximos meses"

Segundo o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, proposta será votada "nos próximos meses"Segundo o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, proposta será votada "nos próximos meses" - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O senador Eduardo Braga (MDB-AM) será o relator da reforma tributária no Senado Federal. A informação foi confirmada nesta terça-feira (11) pelo presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (PSDB-MG), após reunir-se com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e com a ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet.

Segundo Pacheco, não há razões para fatiar o texto da reforma a ser apreciada pelo Senado. Ele disse ter a expectativa de aprovar a matéria “nos próximos meses”.

Ao deixar a residência oficial do senador, Haddad manifestou confiança na aprovação, ainda este ano, tanto da reforma tributária quanto do projeto de lei que restaura o voto de desempate no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf).

“Estamos confiantes de que vamos aprovar as matérias vindas da Câmara, com a independência que o Senado tem, no sentido de aperfeiçoar os textos. Muito confiantes de que promulgaremos uma reforma tributária, depois de tantas décadas, à altura dos desafios que estão colocados para o Brasil”, disse Haddad.

Senador Eduardo Braga será o relator da reforma tributáriaSenador Eduardo Braga será o relator da reforma tributária | Foto: Valter Campanato/Arquivo/Agência Brasil

 

Com relação ao projeto sobre o Carf, o ministro classificou o assunto como “matéria sensível”. “Tivemos sinalização importante do presidente do Senado, e estamos confiantes de que ela seja apreciada ainda em agosto. Isso vai pavimentar o caminho para que a ministra Simone Tebet possa elaborar uma peça orçamentária, assumindo nela todos compromissos manifestados pelo presidente Lula”, acrescentou.

Haddad destacou como "compromissos mais importantes de Lula" a manutenção em um patamar mínimo de investimento; a recomposição do piso constitucional da Saúde e da Educação; e o resultado primário almejado para o ano que vem.

Veja também

Lula foi monitorado pelo governo dos Estados Unidos, diz jornal
investigação

Lula foi monitorado pelo governo dos Estados Unidos, diz jornal

Múcio se mobiliza em busca de recursos para Forças Armadas; governo discute bloqueio de gastos
Brasil

Múcio se mobiliza em busca de recursos para Forças Armadas; governo discute bloqueio de gastos

Newsletter