Efetivo é reduzido nas eleições de Pernambuco

Reforço policial em PE será 11% menor do que o registrado no último pleito

Candidato João Paulo conversou No Cafezinho com Renata Bezerra de Melo e Daniel LeiteCandidato João Paulo conversou No Cafezinho com Renata Bezerra de Melo e Daniel Leite - Foto: Folha de Pernambuco

 

A Secretaria de Defesa Social (SDS) divulgou nesta quinta, o esquema de segurança para as eleições em Pernambuco. De acordo com a pasta, 13.056 policiais - sendo 12.111 militares, dos quais 6.185 estarão no Recife e na Região Metropolitana do Recife (RMR) e outros 5.926 no Interior, e 945 civis -, estarão nas ruas para coibir atos de violência e garantir a segurança dos eleitores nos 3.302 locais de votação. Mesmo assim, o número do efetivo deste pleito é 11% menor que o escalado na última eleição, em 2014. Mudança que chama a atenção, devido a série de episódios de violência registrados no Estado, na reta final do processo eleitoral.
Apesar das ocorrências criminosas, o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, garante que a diminuição de policiais não irá causar prejuízos à população, uma vez que ela se dará, apenas, na guarda das urnas eletrônicas. “Fizemos um estudo dos dois últimos pleitos e dimensionamos o efetivo com o objetivo de otimizar os meios.

Percebemos que em centros regionais com 200 urnas é necessária apenas a presença de dois policiais no local. Com isso, outros poderão cuidar da segurança nas ruas”, afirmou, durante coletiva no auditório da SDS, em Santo Amaro. “As urnas chegarão aos locais de votação no domingo, e não um dia antes. Isso reduzirá a necessidade de policiamento”, acrescentou.
Segundo Carvalho, o trabalho da polícia teve início nesta quinta-feira (29), quando 560 policiais viajaram para cidades do Interior. Nesta sexta feira (30), outros 700 militares serão locados em municípios do Agreste e da Zona da Mata. O Estado também contará com 124 delegacias de plantão, sendo 22 na capital e na RMR e outras 102 delegacias no Interior, que estarão abertas das 8h às 20h. Assim como em 2014, a SDS não proi­biu, este ano, o consumo de bebidas alcóolicas durante o dia da eleição. No entanto, nas cidades onde os juízes eleitorais considerarem a Lei Seca necessária, a determinação será cumprida por efetivos da SDS.
 
Exército

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou, nesta quinta, que as Forças Armadas atuarão com efetivo “acima da média” nas eleições municipais de domingo, com pelo menos 25 mil homens em 408 cidades do País. O número, explica, é maior que a média histórica registrada pela Justiça Eleitoral, de cerca de 300 municípios a cada disputa.

 

Veja também

Ministério da Saúde abre consulta pública sobre diretrizes para esclerose múltipla
Saúde

Ministério da Saúde abre consulta pública sobre diretrizes para esclerose múltipla

Ricardo Teobaldo fortalece Podemos nas eleições municipais
Edmar Lyra

Ricardo Teobaldo fortalece Podemos nas eleições municipais