Coronavirus

Em culto, Bolsonaro questiona vacinas contra Covid e desinforma ao dizer que elas são experimentais

Presidente novamente defendeu os medicamentos de tratamento precoce e, sem provas, falou na supernotificação de casos do coronavírus

Presidente Jair Bolsonaro durante culto em AnápolisPresidente Jair Bolsonaro durante culto em Anápolis - Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a questionar, nesta quarta-feira (9), vacinas contra a Covid-19 e difundiu desinformação ao afirmar, incorretamente, que os imunizantes estão em fase experimental.

"[Remédios do chamado tratamento precoce] não têm comprovação científica. E eu pergunto: a vacina tem comprovação científica ou está em estado experimental ainda? Está [em estado] experimental", disse.

A fala do presidente é falsa porque as vacinas contra a Covid-19 não estão em estado experimental. No Brasil, diferentes imunizantes receberam o aval da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), tendo passado por análises de segurança, qualidade e eficácia.

Mesmo as vacinas que receberam luz verde para aplicação emergencial passaram por esse tipo de avaliação.

Veja também

Governo mira sobra de R$ 9 bi do Bolsa Família para turbinar área social às vésperas de eleição
Eleições

Governo mira sobra de R$ 9 bi do Bolsa Família para turbinar área social às vésperas de eleição

Molon apresenta projeto para sustar decreto de Bolsonaro que libera militares da ativa no governo
OPOSIÇÃO

Molon apresenta projeto para sustar decreto de Bolsonaro que libera militares da ativa no governo