Política

Em live, Bolsonaro confunde estado de origem de Padre Cícero e chama assessores de 'pau-de-arara'

Presidente comentou sobre decreto que revogou lutos durante seu governo

Jair Bolsonaro durante live em rede social Jair Bolsonaro durante live em rede social  - Foto: Reprodução/Facebook

O presidente Jair Bolsonaro chamou seus assessores que o acompanhavam na transmissão de sua "live" nas redes sociais de "pau de arara". Durante a transmissão, Bolsonaro comentou a repercussão do seu decreto que revogou 25 lutos para diversas personalidades públicas desde 1992. Entre eles, estava o decreto de luto do Padre Cícero, conhecido religioso com seguidores principalmente no Nordeste.

Ao falar sobre o assunto, Bolsonaro questionou se algum de seus assessores sabia de qual cidade no Pernambuco era o sacerdote. Ao não ter resposta, questiona que a sala estava cheia de "pau-de-arara". O Padre Cícero, entretanto, nasceu e morreu no Ceará. O principal foco de peregrinação de seus seguidores é Juazeiro do Norte.
 

— Dentre as nossas revogações que foram feitas há pouco tempo, falaram qeu eu revoguei o luto de Padre Cícero lá do Pernmabuco, é isso mesmo? Que cidade que fica lá? Cheio de pau de arara aqui e não sabe que cidade fica Padre Cícero, pô? — afirma Bolsonaro.

O pau-de-arara é um tipo de transporte comum no Nordeste em que um caminhão é utilizado para transportar passageiros. Historicamente, esse tipo de transporte é associado à migração nordestina para os estados do Sudeste, quando centenas de pessoas chegavam ao estado automóveis em condições precárias.

Logo depois, algum assessor responde que o religioso é de Juazeiro do Norte.

— Juazeiro do Norte! Parabéns aí... — diz Bolsonaro, que é corrigido também sobre o estado: — Ceará, Ceará.

Veja também

Eleições 2022: esta segunda-feira (15) é último dia para pedir registro de candidaturas
Eleições 2022

Eleições 2022: esta segunda-feira (15) é último dia para pedir registro de candidaturas

Depoimentos do processo de cassação de Gabriel Monteiro tiveram seu sigilo suspenso
JUSTIÇA

Depoimentos do processo de cassação de Gabriel Monteiro tiveram seu sigilo suspenso