Em resposta a FHC, Bolsonaro publica foto do ex-presidente deitado no sofá

Postagem de foto no Twitter ocorreu após tucano criticar posições sobre a política externa do futuro governo

Ex-presidente aparece deitado em poltronaEx-presidente aparece deitado em poltrona - Foto: Reprodução/Twitter

O presidente eleito Jair Bolsonaro usou uma imagem para responder à declaração do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) de que seu governo deve prejudicar à imagem do Brasil no exterior. Bolsonaro publicou em sua página no Twitter uma foto do ex-presidente deitado numa poltrona com as pernas erguidas e com um livro nas mãos, legendando apenas com o nome do tucano. A imagem foi compartilhada mais de 2,4 mil vezes e foi curtida mais de 21 mil vezes pelos seguidores do capitão reformado.

O comentário de Fernando Henrique Cardoso foi feito em evento em Lisboa no sábado (3). Ele criticou a possibilidade do governo de Bolsonaro não priorizar o Mercosul nas relações comerciais do país. "Será um impacto, no meu modo de ver, negativo. Ele disse que o Mercosul não é prioridade, o que abala a relação do Brasil com parceiros do Sul. Foi dito que, eventualmente, o Brasil poderia cortar relações com certos países", enumerou.

Leia também:
Bolsonaro prejudicará imagem do Brasil no exterior, diz FHC
Equipes de Temer e Bolsonaro iniciam transição esta semana em Brasília


O ex-presidente se referiu à entrevista do futuro ministro da área econômica, Paulo Guedes, que declarou que a que a Argentina e o Mercosul "não são prioridade" para o futura gestão do Brasil.

A declaração também foi criticada pelo ex-ministro das Relações Exteriores do Governo Lula, Celso Amorim, que disse "essa pessoa não tem sensibilidade" para o fato de que as relações econômicas têm impacto na construção da paz na região.

Veja também

Cidades têm volta do panelaço em protesto pela má condução da pandemia pelo governo federal
Protesto

Cidades têm volta do panelaço em protesto pela má condução da pandemia pelo governo federal

Oposição decide entrar com novo pedido de impeachment de Bolsonaro por crise em Manaus
Congresso

Oposição decide entrar com novo pedido de impeachment de Bolsonaro por crise em Manaus