Política

Em segundo turno, Fábio Ramalho e JHC são eleitos para a Mesa da Câmara

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, é esperado para entregar a mensagem presidencial de reabertura dos trabalhos

Plenário da Câmara dos DeputadosPlenário da Câmara dos Deputados - Foto: Agência Câmara

Os deputados Fábio Ramalho (PMDB-MG) e JHC (PSB-AL) foram eleitos em segundo turno para a 1ª vice-presidência e terceira secretaria da Mesa Diretora da Câmara, respectivamente. Ramalho obteve 265 votos contra 204 dados ao deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR). JHC derrotou João Fernando Coutinho (PSB-PE) por 240 a 220 votos. Pernambuco ficou sem representantes na Câmara.

Cabe ao 1º vice-presidente Fábio Ramalho substituir Rodrigo Maia, presidente da Casa, quando este estiver ausente, elaborar pareceres sobre requerimentos de informações e projetos de resolução para alterar o Regimento Interno, dentre outras atribuições. Nas viagens do presidente da República ao exterior, Maia é o primeiro na linha sucessória. Com isso, Ramalho o substitui no comando da Câmara.

Ao deputado JHC caberá a autorização de reembolso de despesa com passagens aéreas de deputados e o exame de requerimentos de licença e justificativa de faltas dos parlamentares nas sessões deliberativas da Casa.

Com a conclusão da eleição dos cargos da Mesa Diretora, deputados e senadores reúnem-se ainda hoje (2) para sessão solene de abertura dos trabalhos legislativos de 2017.

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, é esperado para entregar a mensagem presidencial de reabertura dos trabalhos.



Veja como ficou a composição da Mesa Diretora:

1º vice-presidente: Fábio Ramalho (PMDB-MG)
2º vice-presidente: André Fufuca (PP-MA)
1º secretário: Giacobo (PR-PR)
2º secretário: Mariana Carvalho (PSDB-RO)
3º secretário: JHC (PSB-AL)
4º secretário: Rômulo Gouveia (PSD-PB)

Veja também

Câmara aprova MP que define divulgação do resultado da Previdência
Política

Câmara aprova MP que define divulgação do resultado da Previdência

Eduardo Cunha diz que votará em Bolsonaro: 'Estou enfrentando o PT'
POLÍTICA

Eduardo Cunha diz que votará em Bolsonaro