A-A+

Embaixador Sérgio Danese representará o Brasil na posse de Fernández

Novo presidente da Argentina assume o cargo nesta terça-feira

Embaixador Sérgio Danese vai representar o Brasil na posse de  Alberto FernándezEmbaixador Sérgio Danese vai representar o Brasil na posse de Alberto Fernández - Foto: Valter Campanato/ Arquivo/ Agência Brasil

O Ministério das Relações Exteriores informou nesta segunda (9) que o embaixador do Brasil em Buenos Aires, Sérgio Danese, vai representar o governo brasileiro na posse do novo presidente da Argentina, Alberto Fernández. A cerimônia está marcada para amanhã (10), na capital argentina.

Na manhã de hoje, ao deixar o Palácio da Alvorada, o presidente Jair Bolsonaro disse que a relação comercial entre Brasil e Argentina continuará da mesma forma. "O nosso comércio com a Argentina continua sendo da mesma forma, sem problema nenhum, não interfere em nada”, disse o presidente. Na ocasião, Bolsonaro informou que estava analisando a lista de convidados da posse para decidir sobre o envio de um representante do alto escalão do governo brasileiro ao evento. “Estou analisando a lista de convidados por parte dele. Quando eu assumi aqui eu não convidei algumas autoridades também", afirmou o presidente pela manhã.

Leia também:
Brasil cai uma posição no IDH, o ranking global de desenvolvimento
Fernández recebe Maia e anuncia ex-vice argentino como embaixador no Brasil
Em 1 ano, Moro se firma acima de Bolsonaro e como ministro mais popular, diz Datafolha

Inicialmente, estava prevista a ida do ministro da Cidadania, Osmar Terra, para a posse, mas o governo do Brasil decidiu que o embaixador Sérgio Danese representará o país no evento.

Alberto Fernández venceu as eleições argentinas pela coalizão de esquerda Frente de Todos e tem como vice a senadora Cristina Kirchner, ex-presidente do país. Bolsonaro é crítico do kirchnerismo e apoiou a reeleição do presidente Maurício Macri, derrotado nas urnas nas eleições realizadas em outubro no país vizinho.

Veja também

Governo mantém regras excepcionais no setor de energia elétrica
Energia

Governo mantém regras excepcionais no setor de energia elétrica

Bivar se consolida com o União Brasil e garante protagonismo em 2022
Edmar Lyra

Bivar se consolida com o União Brasil e garante protagonismo em 2022