Empresário emprestou sítio a Lula, diz ex-ministro Gilberto Carvalho

Carvalho foi arrolado como testemunha de defesa de Marcelo Odebrecht na ação em que Lula é suspeito de ser dono do sítio

Lula escreveu carta dentro da Superintendência da Polícia Federal, em CuritibaLula escreveu carta dentro da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba - Foto: Divulgação

O ex-ministro Gilberto Carvalho, chefe de gabinete nos dois mandatos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou ao juiz Sergio Moro nesta quarta (9) que o empresário Fernando Bittar emprestou o sítio de Atibaia (SP) para a família de Lula. Gilberto Carvalho foi arrolado como testemunha de defesa de Marcelo Odebrecht na ação em que o Ministério Público Federal acusa o ex-presidente de ser o verdadeiro dono do sítio e de ter se beneficiado em mais de R$ 1 milhão em benfeitorias no imóvel, frequentado pelo petista e seus familiares. As reformas teriam sido pagas pelas empreiteiras OAS e Odebrecht.

A Moro, o ex-ministro disse que tinha o entendimento de que o sítio era de Bittar. "Para mim a chácara era do Fernando, que ofereceu para eles [Lula e sua mulher Marisa]". Carvalho afirmou que foi a uma festa junina no local, convidado pelo empresário. No dia seguinte, o ex-presidente o teria chamado para dar uma volta na chácara.

Leia também
Presidente do Instituto Lula diz que ex-presidente pensava em comprar sítio em Atibaia
Defesa de Lula pede que ele fique na Polícia Federal
Supremo julga recurso que pode libertar Lula


Segundo Gilberto Carvalho, Lula relatou durante o passeio que no dia 15 de janeiro de 2011, de férias no Guarujá (SP), Marisa o chamou dizendo que havia uma surpresa. Marisa então teria contado que Fernando Bittar estava oferecendo uma chácara para que eles usassem como quisessem.

O ex-presidente, de acordo com o ex-ministro, disse que o empresário estava disposto a vendê-los o imóvel e que Marisa gostava muito do sítio, mas que estava em dúvida porque achava muito longe e desejava um mais perto da represa Billings. Gilberto Carvalho também falou sobre a transferência do acervo presidencial para o sítio. "De tudo que eu sei, eles acabaram falando com o Fernando, e o Fernando emprestou aquela chácara para que eles usassem. Era uma intimidade que permitia isso".

O sindicalista Jacó Bittar, pai de Fernando, assim como Lula, foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores.

Veja também

Câmara do Recife aprova projeto para dar prioridade a professores na vacinação contra Covid-19
BLOG DA FOLHA

Câmara do Recife aprova projeto para dar prioridade a professores na vacinação contra Covid-19

Alexandre Frota pede desculpas a José de Abreu e é elogiado por Haddad
Política

Alexandre Frota pede desculpas a José de Abreu