Política

Entenda o vaivém do Supremo

Acompanhe o passo a passo

Ministro Dias Toffoli disse que o arquivamento das providências se deu somente devido ao provimento ser “muito recente”Ministro Dias Toffoli disse que o arquivamento das providências se deu somente devido ao provimento ser “muito recente” - Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Anúncio
Em 14.mar, presidente do STF, Dias Toffoli anuncia inquérito, que corre sob sigilo, para investigar fake news e ameaças contra membros da corte e seus familiares. O ministro decide que a relatoria fica a cargo de Alexandre de Moraes, sem que seja feito sorteio, como é de praxe

Esclarecimentos
Um dia depois, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge pede esclarecimentos sobre o inquérito e sugere que Supremo extrapola suas prerrogativas

Polícia Federal
Em 21 de março, Moraes determina, no âmbito do inquérito, o cumprimento de dois mandados de busca e apreensão, em SP e em Alagoas

Reportagem
No dia 11, sites da revista Crusoé e O Antagonista publicam reportagem ligando Toffoli à empreiteira Odebrecht

Censura
Na sexta (12), um dia depois da publicação, Moraes censura sites e determina que reportagens sejam tiradas do ar

Mandados
A mando de Moraes, Polícia Federal cumpre, na terça (16), mandados de busca e apreensão contra sete pessoas por supostamente atacarem o Supremo nas redes sociais. Ministro determina a suspensão de suas contas nas plataformas

Arquivamento
Logo depois, no mesmo dia, Dodge envia ofício ao STF em que afirma ter arquivado o inquérito

Leia também:
STF revoga decisão de Fux de censurar entrevista de Lula
Mourão vê censura do STF a revista e diz que falta bom senso ao Judiciário no caso
Revista vai ao STF para reverter censura e suspender depoimentos de jornalistas


Prorrogação
Mais tarde, Moraes afirma que decisão da PGR não tem amparo legal. Ele mantém o inquérito, que é prorrogado por 90 dias

Reversão
Na quinta (18), após sofrer fortes críticas, inclusive de ministros do STF, Moraes volta atrás e derruba censura contra Crusoé e O Antagonista

Veja também

Cármen Lúcia: "Brasil não pode ficar a cada governo tendo um soluço antidemocrático ambiental"
BRASIL

Cármen Lúcia: "Brasil não pode ficar a cada governo tendo um soluço antidemocrático ambiental"

Ex-comandante do Exército depõe à PF sobre trama golpista: entenda os pontos que ele pode esclarecer
POLÍCIA FEDERAL

Ex-comandante do Exército depõe à PF sobre trama golpista: entenda os pontos que ele pode esclarecer