Fachin tem primeiro encontro com Janot após ser sorteado relator da Lava Jato

Ministro também está trabalhando no processo de transição com a equipe que trabalhava com o ministro Teori Zavascki

O novo relator dos processos da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin, recebeu nesta sexta-feira (3) o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para tratar dos próximos passos da investigação. Foi a primeira reunião de trabalho após Fachin ser sorteado para relatar as ações.

Fachin também está trabalhando no processo de transição com a equipe que trabalhava com o ministro Teori Zavascki, morto em um acidente de avião no mês passado em Paraty (RJ).

Durante o período, ele deve ser assessorado pelo juiz Márcio Schiefer, braço-direito de Teori e que era responsável pelos trabalhos da Lava Jato. Por causa da morte de Teori, o magistrado pediu para ser exonerado nesta semana e não deve continuar na Corte após a fase de transição. Schiefer voltará para Santa Catarina, onde é juiz de Direito.

A partir da escolha do ministro como novo relator, cerca de 100 processos relacionados à operação, além das delações de executivos da empreiteira Odebrecht, ficarão sob o comando de Fachin. Os mais importantes tratam das delações de 77 executivos e ex-funcionários da empresa Odebrecht, nas quais eles detalham o esquema de corrupção na Petrobras.

Após a homologação feita pela presidente do STF, Cármen Lúcia, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já começou a trabalhar nos pedidos de investigação contra os políticos e empresários citados nos depoimentos de colaboração com a Justiça. Não há prazo para que eventuais pedidos de investigação ou arquivamento cheguem à Corte.

Veja também

Bolsonaro usa helicóptero fora da agenda e, sem máscara, provoca aglomeração em cidade goiana
Presidente

Bolsonaro usa helicóptero fora da agenda e, sem máscara, provoca aglomeração em Goiás

Contra Lula, Bolsonaro busca eleitor conservador e retórica anticorrupção
BRASIL

Contra Lula, Bolsonaro busca eleitor conservador e retórica anticorrupção