Geraldo entre críticas e promessas no Capibaribe

Prefeito promete continuidade do projeto Parque Capibaribe e reclama que encontrou o rio abandonado

MC DelanoMC Delano - Foto: Reprodução/Divulgação

O prefeito e candidato à reeleição no Recife, Geraldo Julio (PSB), escolheu o Rio Capibaribe para ser cenário de mais um ato de campanha na última sexta-feira (14). O postulante passeou de catamarã pela área Central da Cidade e aproveitou a ocasião para voltar sua mira mais uma vez contra o Partido dos Trabalhadores. Segundo o postulante, o rio foi encontrado abandonado pela sua administração, que sucedeu os 12 anos de administração petista na Capital.

“A gente, infelizmente, o encontrou (o Rio Capibaribe) esquecido e abandonado. Chamamos a universidade, as comunidades, desenvolvemos um grande projeto chamado Parque Capibaribe, que vai fazer moradias para as pessoas que moram nas áreas ribeirinhas e cuidar dos 30 quilômetros de rio que a gente tem cortando a nossa cidade”, disse.

Após percorrer pelas proximidades do Marco Zero, a embarcação seguiu pelas pontes do Recife. Militantes ocuparam as pontes Duarte Coelho e Princesa Isabel e ainda as ruas do Sol e da Aurora, formando um círculo em torno do Capibaribe. Estavam presentes militantes, simpatizantes e ainda comissionados que estiveram no local para prestigiar o chefe do Executivo. Após encerramento do ato, parte do público seguiu a pé para a Prefeitura do Recife, no Cais do Apolo.

O trânsito ficou complicado devido à movimentação no local. Acompanharam o ato a viúva do ex-governador Eduardo Cam­pos, Renata Campos, e o vice-presidente de Relações Governamentais do PSB nacional, Beto Albuquerque. As imagens feitas no local serão utilizadas no guia do socialista.

Máquina

Questionado sobre o grande número de cargos comissionados na Prefeitura do Recife, crítica apontada por seu adversário João Paulo (PT) durante o guia eleitoral, o socialista afirmou que não vê excessos. “Nossa estrutura foi reduzida em relação a que já existia.

E o principal é que ela funciona, trabalha e tem resultados”, disparou. Ainda segundo Geraldo, a afirmação feita pelo petista não passaria de “mentira”. “Estamos fazendo uma campanha propositiva e limpa. Por diversas vezes, a Justiça puniu as mentiras e tenho certeza que irá continuar punindo”, completou.

Liminar

A Frente Popular teve o pedido de liminar deferido, ontem, pelo juiz auxiliar de propaganda, Sérgio José Vieira Lopes, no que se refere a informações da pesquisa Datafolha exibida na propaganda eleitoral do PT. No guia, o percentual do socialista é omitido e, segundo o juiz, a ausência “impede a devida apreciação pelo eleitor da situação momentânea“.

A coligação do PT foi obrigada a retirar do ar a exibição sob pena de multa por veiculação de R$ 10 mil.

Veja também

Após diagnóstico de Bolsonaro, Guedes fará teste de Covid-19
Coronavírus

Após diagnóstico de Bolsonaro, Guedes fará teste de Covid-19

Relator diz que veto a desoneração foi erro e Maia fala que Congresso pode derrubar
governo

Relator diz que veto a desoneração foi erro e Maia fala que Congresso pode derrubar