Governo unido na eleição da Mesa da Câmara de Vereadores do Recife

Secretários Sileno Guedes e Fred Oliveira construíram consenso junto à base aliada

Luisa Hanune foi candidata por seu partido a presidente da República da Argélia por três vezes – a primeira mulher argelina a candidatar-se a esse posto em 2004Luisa Hanune foi candidata por seu partido a presidente da República da Argélia por três vezes – a primeira mulher argelina a candidatar-se a esse posto em 2004 - Foto: Divulgação

As arestas que existiam entre membros da base aliada do prefeito Geraldo Julio (PSB) em torno da nova composição da mesa diretora da Câmara do Recife foram superadas. Após um almoço prolongado, neste sábado (30), entre os principais aspirantes aos cargos de presidente e primeiro secretário da Casa Legislativa, o Governo construiu um consenso para o pleito deste domingo (1). A disputa pelo comando da Casa de José Mariano terá a base unida para enfrentar a vereadora de oposição, Marília Arraes (PT), pondo fim ao acirramento que vinha sendo travado nos bastidores do Legislativo nos últimos dias.

Pelo acordo selado entre os vereadores da base governista com interlocutores do gestor municipal, a cabeça de chapa ficou com o vereador Eduardo Marques (PSB) na presidência e Marco Aurélio (PRTB) na primeira secretaria. "Chegamos a um consenso. Será uma chapa única da base. Está tudo resolvido. Conciliamos interesses para evitar o bate-chapa. A bancada pedia conselho e tivemos que dar convergência", revelou o secretário de relações institucionais do Recife, Fred Oliveira, após participar do encontro com o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, e os vereadores Marco Aurélio e Aerto Luna (PRP), que pleiteavam a primeira secretaria.
O vereador Carlos Gueiros (PSB), que ensaiava uma postulação para a presidência e vinha condenando a ingerência do Executivo no processo, ficará com a primeira vice-presidência. Os estreantes Fred Ferreira (PSC) e Chico Kiko (PP) ficarão, respectivamente, com a segunda e terceira vice-presidência. O restante da composição da Mesa será preenchida por Marcos Di Bria (PSDC) na segunda secretaria e Jairo Brito (PT) na terceira secretaria. O petista é o único da oposição a ter espaço. O vereador Aerto Luna (PRB), que tentava desbancar Marco Aurélio na disputa pela primeira secretaria, ficou de fora da formação e deverá mirar em importantes comissões temáticas.
Liderança
Apesar de ter definido a chapa, a liderança do governo ainda não foi fechada e nem a presidência das comissões estratégicas na Câmara. O prefeito Geraldo Julio (PSB) ainda procura um nome para defender os interesses da gestão na Casa. O que vem pesando para a definição é a avaliação minuciosa que o chefe do Executivo vem fazendo para encontrar um nome de confiança, visto que a liderança é vista pelo governo como uma secretaria no legislativo. Após uma passagem de quatro anos desempenhando a função, o vereador Gilberto Alves (PSD) entregou o bastão. Quer ter novos desafios nos colegiados da Casa.

 

Veja também

Rede pede que Bolsonaro seja multado em R$ 500 mil sempre que falar em fraude eleitoral
POLÍTICA

Rede pede que Bolsonaro seja multado em R$ 500 mil sempre que falar em fraude eleitoral

Especialistas veem possível crime de responsabilidade e improbidade de Bolsonaro em live
Voto impresso

Especialistas veem possível crime de responsabilidade e improbidade de Bolsonaro em live