Guardian diz que julgamento no STF deve aumentar polarização no Brasil

Em um texto publicado na terça-feira (3), o diário registrou: 'As tensões estão altas com o Brasil abalado pela morte recente de Marielle Franco, e a decisão judicial de quarta-feira [4] deve polarizar um país já amargamente dividido'

Matéria do jornal The Guardian sobre a situação de LulaMatéria do jornal The Guardian sobre a situação de Lula - Foto: Reprodução

O jornal britânico Guardian cobriu nos últimos dias a crise política no Brasil, incluindo os entornos da decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre a a prisão em segunda instância e o pedido de habeas corpus protocolado pelo ex-presidente Lula.

Em um texto publicado na terça-feira (3), o diário registrou: "As tensões estão altas com o Brasil abalado pela morte recente de Marielle Franco, e a decisão judicial de quarta-feira [4] deve polarizar um país já amargamente dividido. Se Lula for detido, seus simpatizantes irão falar em perseguição política. Caso não seja detido, seus detratores vão alegar que houve corrupção".

Leia também:
Supremo retoma nesta quarta julgamento de habeas corpus de Lula
Decisão negativa do STF não significa prisão imediata de Lula


Já o jornal espanhol El País, que tem edição on-line em português, ressaltou em seu texto sobre o Supremo as posições do Exército brasileiro.

"O Exército brasileiro já vinha dado sinais nos últimos meses de seu interesse em entrar com tudo no debate político, diante da passividade do governo de centro-direita do presidente Michel Temer", segundo o diário.

A decisão do STF, diz o El país,"é o último cartucho do ex-presidente para escapar de sua entrada na prisão".

Veja também

Candidatos a prefeito do Recife otimistas com o resultado
Pesquisa Folha/Ipespe

Candidatos a prefeito do Recife otimistas com o resultado

Após confirmação oficial, governo Bolsonaro felicita vitória da esquerda na Bolívia
América Latina

Após confirmação oficial, governo Bolsonaro felicita vitória de Arce