Hollande e Zapatero defendem libertação e candidatura de Lula

Documento também é endossado pelo ex-primeiro-ministro da Bélgica Elio Di Rupo, além de três ex-presidentes do conselho de ministros da Itália: Enrico Letta, Massimo DÁlema e Romano Prodi.

François HollandeFrançois Hollande - Foto: divulgação

O ex-presidente da França François Hollande e da Espanha José Luis Rodriguez Zapatero assinaram documento divulgado nesta terça-feira (15) em favor da libertação e candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas próximas eleições.

O texto também é endossado pelo ex-primeiro-ministro da Bélgica Elio Di Rupo, além de três ex-presidentes do conselho de ministros da Itália: Enrico Letta, Massimo DÁlema e Romano Prodi.

Leia também:
Ministro nega continuidade a pedido de liberdade de Lula
Monge visita Lula na prisão e os dois rezam juntos


No documento, publicado no site oficial do ex-presidente, os líderes europeus chamam de apressada a prisão do de Lula, afirmando que o petista é incansável arquiteto da redução das desigualdades no Brasil.

"O impeachment de Dilma Rousseff, eleita democraticamente por seu povo e cuja integridade nunca foi questionada, já era uma preocupação séria. A luta legítima e necessária contra a corrupção não pode justificar uma operação que questiona os princípios da democracia e o direito dos povos de eleger os seus governantes", diz o texto.

E conclui: "Nós solenemente solicitamos que o presidente Lula possa se submeter livremente ao sufrágio do povo brasileiro".

Veja também

Base de Bolsonaro evita apoio já à reeleição e cogita migrar para Lula
Corrida eleitoral

Base de Bolsonaro evita apoio já à reeleição e cogita migrar para Lula

Bolsonaro decreta luto oficial de três dias por morte de Marco Maciel
Despedida

Bolsonaro decreta luto oficial de três dias por morte de Marco Maciel