Ipsos: 96% dos brasileiros defendem Lava Jato

Instituto entrevistou 1,2 mil pessoas em 72 cidades brasileiras

Presidente da Comissão de Educação, Danilo Cabral (PSB) propõs realização de audiência públicaPresidente da Comissão de Educação, Danilo Cabral (PSB) propõs realização de audiência pública - Foto: Divulgação / Câmara Federal

 

No centro de crise entre os Poderes, a Lava Jato é defendida por 96% dos brasileiros, que afirmam que a operação deve "investigar até o fim custe o que custar", mostra pesquisa do Instituto Ipsos divulgada ontem.

O instituto entrevistou 1,2 mil pessoas em 72 cidades brasileiras entre 1º e 13 de novembro de 2016. Em janeiro, a mesma pesquisa havia mostrado que 90% apoiavam irrestritamente a ação da Lava Jato.

Os resultados da pesquisa mostram, ainda, que caiu o percentual de pessoas que acham que a operação está piorando a situação econômica e de desemprego no país: em janeiro, eram 46%. Em novembro, 35%.

Além disso, em janeiro, aponta a Ipsos, 81% dos brasileiros achavam que a Lava Jato deveria continuar seus trabalhos independentemente de trazer instabilidade política. No mês de novembro, 94% disseram que as investigações continuem, apesar de provocar turbulências. Já para 91%, ela deve continuar mesmo que traga instabilidade econômica, contra 79% em janeiro.

A pesquisa também mostra percepções que se mantiveram estáveis ao longo do ano: para 82% dos brasileiros, a Lava Jato está "mostrando que todos os partidos são corruptos". Apesar disso, 72% acreditam que o PT é mais corrupto que os outros, e 84% afirmaram acreditar que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou dos esquemas.

 

Veja também

Bolsonaro bate recorde e é o que mais libera verba em emenda parlamentar desde 2015
R$ 17,2 bilhões

Bolsonaro bate recorde e é o que mais libera verba em emenda parlamentar desde 2015

Ministro-astronauta usa compromisso oficial para passar férias nos EUA
Governo

Ministro-astronauta usa compromisso oficial para passar férias nos EUA