Primeira-dama

Janja diz que mulheres têm que ocupar espaços de poder: 'Eu não me meto, apenas falo'

Primeira-dama também citou almoços com o presidente Lula, em referência às críticas de que ela monopoliza o horário em que o presidente poderia ter encontros políticos

A primeira-dama Janja da Silva durante 2° Encontro Nacional de Mulheres Quilombolas A primeira-dama Janja da Silva durante 2° Encontro Nacional de Mulheres Quilombolas  - Foto: Cristiano Mariz/Agência O Globo

A primeira-dama Janja da Silva defendeu que as mulheres precisam estar mais presentes na política, afirmou que, por isso, está ao lado do presidente Lula, mas ponderou que não se mete nas decisões do governo:

— As mulheres tem que estar mais e mais nos espaços de poder. É por isso que eu estou ao lado do presidente Lula. As vezes me perguntam: Você se não se mete demais? Não me meto, apenas falo. Seria mais fácil se fosse apenas fútil, mas eu não consigo — disse a primeira-dama.

Janja falou na manhã desta quarta-feira durante a abertura do do 2° Encontro Nacional de Mulheres Quilombolas da Coordenação Nacional de Articulação de Comunidades Negras Rurais Quilombolas (Conaq), em Brasilia.

Janja também citou os almoços com o presidente Lula, em referência às críticas de que ela monopoliza o horário em que o presidente poderia ter encontros políticos.

— Falo e também falo na hora do almoço, viu? Aquele almoço que todo mundo pergunta. Eu gosto de gosto de almoçar com e ele e ele gosta de almoçar comigo. A fofoca não me incomoda é a reprodução de discurso machista e misógino. Quando mulheres repercutem discurso machismo e misógino.

Durante o encontro, Janja ouviu demandas das mulheres quilombolas como pedido de linha de crédito especiais, regularização fundiária de territórios e a criação de uma secretária para atenção quilombola no Ministério da Saúde.

Ao falar, Janja também expressou sua preocupação com a baixa representatividade feminina no Congresso e com a violência política:

—É um assunto que tenho me preocupado bastante. As mulheres estão desistindo da política e não podemos desistir — disse a primeira-dama.

Veja também

Lira diz que em dois dias Câmara 'já serenou um pouco'
DECORO

Lira diz que em dois dias Câmara 'já serenou um pouco'

97% discordam totalmente da PL 1904, segundo enquete da Câmara
VOTAÇÃO

97% discordam totalmente da PL 1904, segundo enquete da Câmara

Newsletter