João Paulo intensifica atos de rua

“Desafiamos aqui: em qualquer área, nós sempre fomos muito superiores a essa administração que deu as costas para o povo do Recife”, declarou.

X-MEN: FÊNIX NEGRAX-MEN: FÊNIX NEGRA - Foto: Reprodução/Adoro Cinema

 

A duas semanas da votação do segundo turno, o ex-prefeito João Paulo (PT), candidato à Prefeitura do Recife, intensificou a campanha de rua. Ontem, o petista realizou um ato intitulado “Caminhada da Virada” pelas ruas do Centro do Recife - da Praça Maciel Pinheiro até a Praça da Independência, também conhecida como Praça do Diário. No discurso, o ex-prefeito voltou a criticar a atual gestão municipal, porém em tom mais ameno. “Desafiamos aqui: em qualquer área, nós sempre fomos muito superiores a essa administração que deu as costas para o povo do Recife”, declarou.

Destacando que este ato teria “a simbologia da largada para o segundo turno”, João Paulo disse, mais de uma vez, que a militância presente na mobilização era “espontânea” e “voluntária”, em alusão aos comissionados que supostamente trabalham na campanha do adversário, atual prefeito Geraldo Julio (PSB). Segundo a organização, cerca de oito mil pessoas participaram. A Polícia Militar avisou que não divulga mais estimativa. 

No palanque, o senador Humberto Costa (PT) disse que era preciso “denunciar a Justiça parcial de Pernambuco”, em referência a algumas decisões da juíza auxiliar da propaganda, Maria Auri Ribeiro, contra João Paulo. O parlamentar disse também que ela seria “amiga da esposa do governador Paulo Câmara (PSB)”, insinuando que a relação balizaria tais decisões.

Financiamento
Os primeiros recursos para campanha do petista começaram a chegar. No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), consta um aporte de R$ 200 mil do diretório estadual do PT proveniente do Fundo Partidário. O petista, todavia, afirmou que houve também uma remessa de R$ 500 mil, mas não disse quando ocorreu. Não há ainda registro na página do Tribunal, mas, por lei, o candidato tem até 72 horas para declarar o recebimento.

Apoio
Assim como ocorreu com o cantor e compositor Chico Buarque e com o teólogo Leonardo Boff, o jornalista e escritor Fernando Morais declarou, ontem, apoio ao petista. Morais gravou um vídeo destacando que o PSB é aliado do “governo ilegítimo” do presidente Michel Temer (PMDB) e que João Paulo luta “contra duas poderosas máquinas - a municipal e a estadual”. “Não tenho eleitores no Recife, mas tenho muitos leitores, muitos amigos e é a eles que venho pedir para votar em João Paulo”, afirmou.

 

Veja também

Candidatos a prefeito do Recife sobem o tom no guia eleitoral de rádio e televisão
Eleições 2020

Candidatos a prefeito do Recife sobem o tom no guia eleitoral

Confira as agendas de campanha dos candidatos a prefeito do Recife deste fim de semana
Eleições 2020

Confira as agendas de campanha dos candidatos a prefeito do Recife deste fim de semana