Joaquim Barbosa anuncia que não concorrerá à Presidência

'Está decidido. Após várias semanas de muita reflexão, finalmente cheguei a uma conclusão. Não pretendo ser candidato a presidente da República. Decisão estritamente pessoal', escreveu em sua página no Twitter

Joaquim Barbosa comandou julgamento do MensalãoJoaquim Barbosa comandou julgamento do Mensalão - Foto: Nelson Jr/STF

O ministro aposentado do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa anunciou nesta terça-feira (8) que não disputará a eleição para a Presidência da República.

Em mensagem publicada em sua página no Twitter, Barbosa diz que tomou a decisão por razões pessoais. "Está decidido. Após várias semanas de muita reflexão, finalmente cheguei a uma conclusão. Não pretendo ser candidato a presidente da República. Decisão estritamente pessoal", escreveu.

Leia também:
Alckmin lamenta saída de Joaquim Barbosa da disputa
Barbosa tira votos dos dois campos, diz Tadeu
Alvaro Dias lamenta desistência de Barbosa e diz que pode herdar os votos

Barbosa havia se filiado ao PSB na data limite para disputar eleições, em 7 de abril. À época, fez um tímido anúncio em sua conta do Facebook, disponível apenas para amigos.

Desde então, ele e a legenda vinham fazendo mistério sobre as reais pretensões da candidatura.

O ex-ministro, que ficou conhecido por ter sido relator do mensalão, apareceu em terceiro lugar no último Datafolha, entre 8% e 10%, a depender do cenário. Ele ficava atrás apenas do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) e da ex-ministra Marina Silva (Rede).

Veja também

Governo desviou R$ 52 mi de publicidade da Covid para propaganda de suas ações
Brasil

Governo desviou R$ 52 mi de publicidade da Covid para propaganda de suas ações

Base de Bolsonaro evita apoio já à reeleição e cogita migrar para Lula
Corrida eleitoral

Base de Bolsonaro evita apoio já à reeleição e cogita migrar para Lula