Política

Justiça bloqueia R$ 158 mil de Eike e R$ 57 milhões de advogado

O total bloqueado pela Justiça foi de R$ 67 milhões. O bloqueio atende a determinação do juiz Marcelo Bretas

Eike BatistaEike Batista - Foto: Divulgação

A Justiça Federal bloqueou R$ 158 mil depositados em contas atribuídas ao empresário Eike Batista, suspeito de pagar e ajudar a ocultar propina ao ex-governador Sérgio Cabral (PMDB).

Leia Mais

Sem curso superior, Eike quer presídio mais seguro para se entregar 

Foram localizados também R$ 57 milhões em nome do advogado Flávio Godinho, ex-executivo do grupo EBX e que elaborou, segundo as investigações, a operação financeira para repassar a propina para o peemedebista.

A informação foi divulgada pelo "Jornal Nacional", da TV Globo, e confirmada pela reportagem. O total bloqueado pela Justiça foi de R$ 67 milhões.
O bloqueio atende a determinação do juiz Marcelo Bretas. Os recursos ficam à disposição da Justiça em caso de condenação futura dos investigados.

Veja também

PF conclui que Milton Ribeiro não cometeu crime em disparo de arma de fogo no aeroporto
Política

PF conclui que Milton Ribeiro não cometeu crime em disparo de arma

Colômbia está diante de guinada histórica para a esquerda
Mundo

Colômbia está diante de guinada histórica para a esquerda