Lava Jato não é suscetível de qualquer retrocesso, diz Fachin

Ministro disse que a operação é uma realidade que não será afastada por "qualquer circunstância conjuntural"

Ministro Edson FachinMinistro Edson Fachin - Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin disse nesta quarta-feira (12) que a Operação Lava Jato não é "suscetível de qualquer retrocesso". Fachin é relator dos processos oriundos das investigações no STF.

Nesta tarde, ao chegar ao STF para sessão de julgamentos, o ministro disse que a operação é uma realidade que não será afastada por "qualquer circunstância conjuntural".

"A operação trouxe um novo padrão normativo, jurídico e também de natureza ética ao Brasil e à administração pública. Tenho confiança plena que isso não é suscetível de qualquer retrocesso", disse.

Leia também:
STF aceita denúncia contra parlamentares do PP na Lava Jato
Em início de crise, ministro fica isolado, e Lava Jato prova do seu próprio veneno

A manifestação do ministro foi feita em meio às declarações de parlamentares e ministros da Corte que cogitaram a anulação das investigações após reportagem do site The Intercept Brasil ter divulgado supostos diálogos que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, teria mantido com procuradores da Lava Jato em Curitiba quando era juiz.

Veja também

Gilmar suspende inquérito contra desembargador que deu carteirada para não usar máscara
STF

Gilmar suspende inquérito contra desembargador que deu carteirada para não usar máscara

Governo desrespeita prazos, e Lewandowski cobra planos para Manaus e vacinação
Pandemia

Governo desrespeita prazos, e Lewandowski cobra planos para Manaus e vacinação