Leilão de imóveis do ex-doleiro Youssef apreendidos na Lava Jato rende R$ 8,9 mi

Essa é a segunda vez em que os imóveis foram levados a leilão, após baixa procura em uma primeira oferta. Eles foram arrematados com descontos de até 50% nos preços

Doleiro Alberto YoussefDoleiro Alberto Youssef - Foto: Lula Marques/Agência PT

Imóveis apreendidos pela Operação Lava Jato e que pertenciam ao ex-doleiro Alberto Youssef foram a leilão encerrado na última segunda-feira (30). De acordo com o site Canal Judicial, foram vendidos 81 imóveis, o que somou R$ 8,9 milhões.

Localizado na cidade de Aparecida (SP), os 73 apartamentos do Hotel San Diego Express Aparecida foram leiloados por R$ 8,4 milhões. Nas oito cotas de apartamentos no Hotel Connect Smart, em Salvador, foram arrecadados R$ 450 mil.

Essa é a segunda vez em que os imóveis foram levados a leilão, após baixa procura em uma primeira oferta. Eles foram arrematados com descontos de até 50% nos preços.

Os recursos arrecadados serão depositados em uma conta judicial, conforme determinação do juiz federal Sergio Moro, e devem em seguida ser destinados à Petrobras, principal lesada pelo esquema de corrupção operado por Youssef.

O doleiro, que foi condenado na Lava Jato a mais de 100 anos de prisão em vários processos e atualmente cumpre pena em regime aberto, abriu mão do direito a uma série de bens, incluindo os imóveis agora leiloados, quando assinou seu acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF).

Veja também

Prefeito do Recife, João Campos, testa positivo para Covid-19
Coronavírus

Prefeito do Recife, João Campos, testa positivo para Covid-19

Tribunal abre brecha para reduzir pena tricentenária de Sérgio Cabral
Política

Tribunal abre brecha para reduzir pena tricentenária de Sérgio Cabral