Justiça

Lewandowski libera acesso de senador a mensagens da Operação Spoofing

Operação apura invasão de celulares de autoridades da República

Processo apura invasão de celulares de autoridades por hackersProcesso apura invasão de celulares de autoridades por hackers - Foto: Nelson Jr/SCO/STF

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou nesta sexta-feira (23) o senador Renan Calheiros (MDB-AL) a ter acesso mensagens colhidas na Operação Spoofing, que apura a invasão de celulares de diversas autoridades da República. A decisão foi tomada pelo fato de o senador ter sido citado em alguns diálogos. 

A operação foi deflagrada após hackers terem divulgado trocas de mensagens entre o ex-coordenador da Lava Jato no Paraná, o procurador Deltan Dallagnol, e o ex-juiz Sergio Moro, antigo titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, responsável pela Operação Lava Jato. 

Em fevereiro, Calheiros apresentou um projeto de lei para anistiar os acusados pelo hackeamento.


Segundo o senador, as mensagens reveladas pelos acusados mostram tentativas de influenciar o processo político-eleitoral, violação do dever de imparcialidade do juízo e quebra do dever de impessoalidade dos membros do Ministério Público. 

Veja também

Bolsonaristas reclamam de perda de seguidores no Twitter, que diz verificar contas suspeitas
Internet

Bolsonaristas reclamam de perda de seguidores no Twitter, que diz verificar contas suspeitas

Joice Hasselmann afirma que PSL se vendeu a Bolsonaro e entra com ação no TSE para deixar o partido
Política

Joice Hasselmann afirma que PSL se vendeu a Bolsonaro e entra com ação no TSE para deixar o partido