Lindbergh defende que PT não lance candidato se Lula for impedido

Segundo ele, a proposta está em discussão dentro do partido. O líder disse que o PT lançaria candidatura aos demais cargos, à exceção da Presidência

Lindbergh FariasLindbergh Farias - Foto: Agência Senado/Arquivo

O líder do PT no Senado, Lindbergh Farias (RJ), defendeu nesta quinta-feira (13) que o partido não lance candidato à Presidência caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja impedido de concorrer.

Segundo ele, a proposta está em discussão dentro do partido. O líder disse que o PT lançaria candidatura aos demais cargos, à exceção da Presidência. "Vamos eleger uma bancada denunciando o golpe", disse o líder ao ser questionado sobre o impacto do boicote nas candidaturas ao Congresso.

O presidente da CUT, Vagner Freitas, anunciou a realização de atos no dia 20 com o mote "eleição sem Lula é fraude". Esse foi também o discurso da presidente do PT, Gleisi Hoffmann. O tesoureiro do PT, Emídio de Souza, descartou no entanto a ideia de um plano b para o partido. "Só temos plano A". 

Veja também

Centrão vira fiel da balança sobre permanência de Pazuello na Saúde
Saúde

Centrão vira fiel da balança sobre permanência de Pazuello na Saúde

Entidades católicas e evangélicas apresentam pedido de impeachment contra Bolsonaro
Governo Federal

Entidades católicas e evangélicas apresentam pedido de impeachment contra Bolsonaro