Lula e Delcídio serão interrogados em fevereiro do ano que vem pela Justiça

As testemunhas arroladas na ação penal serão ouvidas a partir do mês que vem

Espetáculo 'Na Beira'Espetáculo 'Na Beira' - Foto: Reprodução/Divulgação

A Justiça Federal marcou para fevereiro do ano que vem o interrogatório do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do ex-senador Delcídio do Amaral e de mais cinco acusados pelo crime de obstrução das investigações da Operação Lava Jato.

No despacho proferido nesta quinta-feira (13), o juiz substituto Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal em Brasília, determinou a intimação dos réus para comparecem ao interrogatório. As testemunhas arroladas na ação penal serão ouvidas a partir do mês que vem.

Em julho, com o recebimento da denúncia, além de Lula e de Delcídio, também passaram à condição de réus no mesmo processo o ex-controlador do Banco BTG André Esteves, Diogo Ferreira, ex-chefe de gabinete de Delcídio; o empresário José Carlos Bumlai e o filho dele, Maurício Bumlai, e o advogado Edson Ribeiro.

Veja também

Cresce número de candidatos da área de saúde nestas eleições
Eleições 2020

Cresce número de candidatos da área de saúde nestas eleições

DataVox Petrolina: Miguel Coelho teria mais de 80% dos votos válidos
Edmar Lyra

DataVox Petrolina: Miguel Coelho teria mais de 80% dos votos válidos