GOVERNO LULA

Lula embarca na noite desta segunda (19) para a Europa: encontros com Papa Francisco e Macron

Presidente participa ainda da plenária final da Cúpula sobre o Novo Pacto Financeiro Global, em Paris

Lula recebe benção de Papa Francisco durante visita privada no Vaticano em 2020 Lula recebe benção de Papa Francisco durante visita privada no Vaticano em 2020  - Foto: Ricardo Stuckert / lula.com.br / AFP

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva embarca na noite desta segunda-feira (19) para cumprir agenda na Europa. Até sexta-feira, Lula terá uma série de agendas e reuniões na Itália, no Vaticano e na França.

Na próxima quarta-feira, por exemplo, conversará com o Papa Francisco sobre políticas sociais, como medidas de combate à fome e à pobreza, aquecimento global, e reforçará sua proposta de criação de um plano de paz que ponha fim à guerra entre Rússia e Ucrânia.

Já na França, o presidente cobrará dos países desenvolvidos um peso maior para as nações em desenvolvimento nas decisões internacionais. Em um discurso que fará na plenária final da Cúpula sobre o Novo Pacto Financeiro Global, que acontecerá nos dias 22 e 23 de junho, em Paris, ele voltará a criticar a demora na reforma do sistema financeiro mundial e defenderá que os governos valorizem mais as políticas sociais.

Às 20h desta segunda, segundo agenda oficial, Lula segue de Brasília para o Recife, onde faz escala por cerca de 1h30. Às 23h59, está marcada a partida para Roma, capital da Itália.

O ponto alto da visita na primeira parada será a agenda com o Papa. Mas Lula terá ainda encontros com o presidente do país, Sergio Matarella, além de audiência com o prefeito de Roma, Roberto Gualtieri.
 

O presidente conhece o Papa há mais de 20 anos, quando ele, ainda Jorge Mario Bergoglio, era cardeal em Buenos Aires. Com a ajuda do amigo e presidente argentino, Alberto Fernández, Lula foi ao Vaticano em dezembro de 2020, cerca de um mês depois de deixar a prisão em Curitiba, onde passou 19 meses, e manteve uma reunião privada de uma hora com Francisco. Os temas tratados foram a fome, a desigualdade social e a intolerância.

No fim do mês passado, Lula conversou por telefone com o Papa e convidou o religioso para visitar o Brasil. Uma viagem do Pontífice vai depender do seu estado de saúde. Recentemente, ele passou por uma cirurgia para retirada de uma hérnia da parede abdominal, da qual recebeu alta nesta sexta-feira.

Em Paris, na quinta-feira, Lula fará um discurso na plenária final da Cúpula sobre o Novo Pacto Financeiro Global. Ele cobrará dos países desenvolvidos mais espaço às nações em desenvolvimento na tomada de decisões internacionais e pedirá mais pressa na reforma do sistema financeiro mundial.

A cúpula terá como principais temas a reforma dos bancos multilaterais de desenvolvimento, o financiamento de tecnologias verdes, a criação de novos impostos internacionais e instrumentos de financiamento.

Está ainda previsto um encontro bilateral entre Lula e o presidente da França, Emmanuel Macron, na sexta-feira. O acordo entre Mercosul e União Europeia deve fazer parte da pauta, uma vez que os franceses estão entre os mais resistentes para que o tratado seja aprovado.

Veja também

Lula cumpre agenda com Juscelino Filho, ministro indiciado pela PF por corrupção
COMPROMISSO

Lula cumpre agenda com Juscelino Filho, ministro indiciado pela PF por corrupção

TRF2 veta uso de dados de equipamentos de Rosinha Garotinho como prova
Rio de Janeiro

TRF2 veta uso de dados de equipamentos de Rosinha Garotinho como prova

Newsletter