política

Lula recebe credenciais de oito novos embaixadores

Carta formaliza atuação de representantes diplomáticos no Brasil

Lula recebe credenciais de oito novos embaixadoresLula recebe credenciais de oito novos embaixadores - Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil

Leia também

• Presidente do PSDB chama ministro de Lula de "despreparado" por ironizar Aécio Neves

• Lula recebe presidente do Benin em novo gesto de aproximação com a África

• Lula sanciona lei que garante sigilo de vítima de violência doméstica

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu nesta quarta-feira (22) as credenciais de oito novos embaixadores no Brasil. As cerimônias reservadas começaram por volta das 10h, no Palácio do Planalto, em Brasília, com a apresentação do embaixador da Sérvia, Aleksandar Ristić. O último a entregar seus documentos foi o embaixador do Irã, Abdollah Nekounam Ghadirli, por volta das 12h.

“Recebi o Embaixador da Sérvia, Aleksandar Ristić, para apresentação de suas cartas credenciais. E de surpresa ele trouxe o sérvio mais brasileiro e famoso do nosso país [o ex-jogador de futebol, Dejan Petkovic, que atuou no Brasil] ”, escreveu Lula, em publicação nas redes sociais.

Também estão habilitados a despachar no país os representantes da Eslováquia, Katarína Tomková; do Timor-Leste, Maria Ângela Carrascalão; de Botsuana, Benetia Chingapane; da Geórgia, Zurab Mchedlishvili; de Ruanda, Lawrence Manzi; e do Benim, Boniface Vignon.

Tradicionalmente, os governos fazem consulta ao país no exterior sobre a indicação de um novo embaixador para atuar em seu território. Na diplomacia, essa consulta é chamada de agrément, que pode ser concedido ou não. O embaixador, então, assume o posto após a entrega de documentos enviados pelo presidente de seu país ao governo do país onde atuará.

A apresentação das cartas credenciais ao presidente da República é uma formalidade que aumenta as prerrogativas de atuação do diplomata no Brasil. Caso a credencial não seja recebida pelo presidente, o embaixador não pode representar seu país em audiências ou solenidades oficiais, por exemplo.

 

Veja também

Lula reclama de críticas por política fiscal e diz que "não custa nada fazer universidades"
política fiscal

Lula reclama de críticas por política fiscal e diz que "não custa nada fazer universidades"

PEC que anistia partidos só deve ser votada em agosto no Senado
PEC da Anistia

PEC que anistia partidos só deve ser votada em agosto no Senado

Newsletter