Maia chega a PE dia 17 para reunião com Paulo Câmara

Governador falou com o democrata depois que ele recebeu apoio do PSL

Paulo Câmara visita à Rádio Folha Paulo Câmara visita à Rádio Folha  - Foto: Arthur Mota

Paulo Câmara não estará, hoje, na reunião da bancada do seu partido em Brasília, quando os socialistas levarão à mesa as possibilidades do PSB na corrida pela presidência da Câmara Federal. O governador de Pernambuco, no entanto, na condição de vice-presidente nacional do PSB, está atento às negociações e trocou ele mesmo uma ideia com o presidente Rodrigo Maia por telefone nos últimos dias. Os dois vão à mesa no próximo dia 17. Almoçam juntos e o democrata estará ainda com integrantes da bancada pernambucana na ocasião. A articulação partiu do deputado federal Wolney Queiroz, que preside o PDT no Estado e tem trabalhado pela candidatura de Maia. O mandatário da Câmara Federal tratou de conversar com Paulo depois que o PSL, do presidente Jair Bolsonaro, declarou apoio a ele na disputa. Na análise do governador de Pernambuco, o apoio que o PSL hipotecou ao atual presidente da Câmara Federal não impede que os socialistas também sigam ao lado dele. Esse apoio do PSL inibiria o PSB de optar por Maia? "De jeito nenhum. Vai depender dos compromissos que o Rodrigo Maia coloque junto à nossa bancada e ao nosso partido, justamente no que eu falei da independência do poder legislativo e da oportunidade de partidos que são de oposição ao governo Bolsonaro, de também terem participação no debate, no diálogo dentro do poder", devolveu Paulo Câmara, ontem, em entrevista a esta colunista e a Joffre Melo na Rádio Folha FM 96.7. O contato de Rodrigo com Paulo Câmara faz sentido do ponto de vista da representatividade da ala pernambucana do PSB e ainda da sintonia retomada entre a bancada e a direção da sigla, após êxodo do grupo dissidente. Junto com PDT e PCdoB, o PSB forma um bloco que reúne 70 parlamentares e pode ser o fiel da balança na disputa, como a coluna registrara ontem. Cálculos de parlamentares dão conta de 239 deputados no bloco de apoio a Maia. Ele precisaria de 257 para garantir vitória.

Cardápio de Ramalho
Um dos postulantes à presidência da Câmara Federal, o deputado Fábio Ramalho telefonou, ontem à noite, para o deputado Danilo Cabral. Convidou o socialista para almoço hoje. Trabalha para reunir a bancada do PSB. Há expectativa grande de parlamentares pelo leitão à pururuca que o anfitrrião prepara.
União faz a... > Paulo Câmara aguarda resposta do Planalto sobre a audiência que solicitou ao presidente Jair Bolsonaro. Acredita que a resposta venha ainda em janeiro. Diz compreender as dificuldades "de quem está tomando pé, montando equipes".
...força > E aposta que com "todo mundo unido" vai ser mais fácil superar os desafios". Define sua intenção assim: "A gente quer oportunidade de mostrar como Pernambuco pode ajudar o Brasil".
À mesa com... - O deputado estadual Marco Aurélio segue para Brasília no próximo dia 22 onde terá audiência com o vice-presidente, Hamilton Mourão, para definir a data da solenidade de entrega do título de cidadão do Recife a ele. Marco Aurélio e Mourão são do mesmo partido.
...Mourão - A homenagem ficou pré-agendada para março. Vão ao encontro do vice ainda o dirigente estadual da sigla, Ednásio Silva, e Levy Fidelix, que preside a legenda nacionalmente.
Por Freixo > Para o vereador Ivan Moraes, Marcelo Freixo é o melhor dos nomes na disputa pela a presidência da Câmara Federal. "É uma candidatura que deveria ser vista como a mais capaz de unir um campo com legendas do centro à esquerda. Nos mandatos que exerceu no Rio, Freixo mostrou capacidade de construir consenso em termos republicanos", avalia Ivan.

Veja também

Tribunal abre brecha para reduzir pena tricentenária de Sérgio Cabral
Política

Tribunal abre brecha para reduzir pena tricentenária de Sérgio Cabral

Apoiadores de Bolsonaro convocam caravanas pelo país a favor de Arthur Lira e voto impresso
Bolsonaro

Apoiadores de Bolsonaro convocam caravanas pelo país a favor de Arthur Lira e voto impresso