Política

Maia diz que discussão sobre impeachment de Bolsonaro será inevitável 'no futuro'

Ele disse que não levou processos adiante para não tirar o foco do combate à pandemia

Rodrigo MaiaRodrigo Maia - Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou, nesta sexta-feira (15), que a discussão sobre o impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) será "inevitável" no futuro.

"Acho que esse tema é um tema que, de forma inevitável, certamente será debatido no futuro", afirmou em entrevista à imprensa, no Palácio dos Bandeirantes, ao lado do governador João Doria (PSDB) e do candidato à presidência da Câmara Baleia Rossi (MDB-SP).

Diante do colapso da saúde em Manaus e da pressão pelo impeachment, Maia voltou a justificar o fato de não ter dado andamento a nenhum pedido até hoje.

"Não foi avaliar ou deixar de avaliar o impeachment. Foi compreender que o enfrentamento à pandemia é a prioridade de todos nós. [...] Qualquer decisão sobre impedimento hoje, com perdas de vidas, nós tirarmos o foco daquilo que é fundamental, que é tentar salvar o maior número de vidas", disse.

Doria voltou a cobrar uma reação do País a Bolsonaro, como fez em entrevista anterior à imprensa, também nesta sexta, sobre o combate ao coronavírus - conclamando também uma reação do Congresso. Questionado sobre impeachment, porém, o governador não usou essa palavra e falou em manifestações.

Veja também

Flávio Bolsonaro diz que mansão de R$ 6 milhões foi comprada com venda de imóvel no Rio
Imóvel

Flávio Bolsonaro diz que mansão de R$ 6 milhões foi comprada com venda de imóvel no Rio

STF rejeita denúncia contra parlamentares do PP
Justiça

STF rejeita denúncia contra parlamentares do PP