PANDEMIA

Maioria do STF vota por suspender, durante a pandemia, operações policiais em comunidades do RJ

Polícia do Rio de JaneiroPolícia do Rio de Janeiro - Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Ao todo, seis dos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) já votaram para manter a suspensão a operações policiais em comunidades do Rio de Janeiro durante a pandemia do novo coronavírus. O ministro Edson Fachin, relator do caso, já havia determinado a medida em junho. O julgamento acontece no plenário virtual nesta terça-feira (4).

A ação foi movida pelo PSB, que alega que a política de segurança pública do governador fluminense, Wilson Witzel (PSC) ,estimula o conflito armado e expõe moradores de áreas conflagradas a “profundas violações de seus direitos fundamentais”.

Até as 11h desta terça, Marco Aurélio Mello, Ricardo Lewandowski, Rosa Weber, Gilmar Mendes e Cármen Lucia também tinham acompanhado Fachin. Alexandre de Moraes votou contra. Restam os votos de quatro ministros.
 

Veja também

Conversinha mole de ficar em casa é para os fracos, diz Bolsonaro
Coronavírus

Conversinha mole de ficar em casa é para os fracos, diz Bolsonaro

Assessores da Presidência dizem ter se reunido com Carlos Bolsonaro antes de seus depoimentos à PF
investigação

Assessores da Presidência dizem ter se reunido com Carlos Bolsonaro antes de seus depoimentos à PF