Maioria quer Lula condenado e preso, aponta Datafolha

Lula foi condenado pelo juiz Sergio Moro a nove anos e seis meses de prisão em julho passado e, em janeiro, teve a pena aumentada para 12 anos e um mês

Ex-presidente LulaEx-presidente Lula - Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress

Mais da metade da população acredita que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que cumpre pena sob acusação de corrupção e lavagem de dinheiro, deveria continuar condenado e preso, aponta pesquisa Datafolha divulgada nesta terça (2). A opinião é de 51% das 3.240 pessoas ouvidas pelo instituto em 225 municípios em todo o país. O petista foi condenado pelo juiz Sergio Moro a nove anos e seis meses de prisão em julho passado e, em janeiro, teve a pena aumentada para 12 anos e um mês.

Desde abril, está preso na superintendência da Polícia Federal em Curitiba. No entanto, para 37% das pessoas entrevistadas o ex-presidente deveria ser perdoado e solto. Lula sempre negou ter cometido irregularidades. Ainda há recursos a serem julgados pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) e STF (Supremo Tribunal Federal). Outros 8% acreditam que Lula deveria continuar condenado e ir para a prisão domiciliar. Já 4% não souberam responder.

O Datafolha questionou aos entrevistados se, na opinião deles, Lula deveria ser perdoado e solto, se Lula deveria continuar condenado e ir para prisão domiciliar, ou se Lula deveria continuar condenado e preso. Parte dos dirigentes do PT tem defendido que o ex-presidente seja beneficiado com um indulto caso o partido consiga eleger o próximo presidente na eleição de outubro.

Leia também
Entrevista de Lula só deve chegar ao plenário do Supremo após 2º turno
Toffoli proíbe entrevista de Lula à Folha e respalda decisão de Fux
Haddad diz que buscará todas as formas jurídicas de libertar Lula


O presidenciável do partido, Fernando Haddad, já negou em entrevistas a possibilidade de conceder indulto a Lula. Haddad está em segundo lugar no Datafolha, com 21%, atrás de Jair Bolsonaro (PSL), que lidera e tem 32% das intenções de voto. Enquanto 78% das pessoas que afirmaram que votam em Haddad acreditam que Lula deve ser solto, 82% dos que votam em Bolsonaro defendem a manutenção da prisão.

A pesquisa Datafolha foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-03147/2018 e o contratante é a Folha de S.Paulo. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

Veja também

'Nós fizemos a nossa parte', diz Bolsonaro em meio à crise de falta de oxigênio em Manaus
Coronavírus

'Nós fizemos a nossa parte', diz Bolsonaro em meio à crise de falta de oxigênio em Manaus

Presidente do Senado articula ajuda para fornecimento de oxigênio em hospitais de Manaus
Coronavírus

Presidente do Senado articula ajuda para fornecimento de oxigênio em hospitais de Manaus