Manifestantes a favor da intervenção militar invadem plenário da Câmara

Eles quebraram a porta de vidro do plenário e interromperam a sessão presidida pelo primeiro vice-presidente, Waldir Maranhão (PP-MA).

Ex-prefeito João da Costa (PT)Ex-prefeito João da Costa (PT) - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Cerca de 50 manifestantes a favor da intervenção militar invadiram o plenário da Câmara Federal na tarde desta quarta-feira (16).

Leia mais:
Maia determina prisão de manifestantes que invadiram o plenário da Câmara

Eles quebraram a porta de vidro do plenário e interromperam a sessão presidida pelo primeiro vice-presidente, Waldir Maranhão (PP-MA).

Os manifestantes dizem não pertencer a nenhum grupo organizado e se recusam a passar mais informações sobre ele.

Do alto da Mesa da Câmara, gritam "viva Sergio Moro" e "queremos general". Houve empurra-empurra com seguranças.

"Eles estão todos loucos. E tem gente armada aí dentro", afirmou o deputado Beto Masur (PRB-SP), primeiro-secretário da Câmara, que estava negociando com os manifestantes.

"Tem muita gente drogada e tem gente armada sim", disse o deputado Julio Delgado (PSB-MG).

Veja também

Empresários pedem a Bolsonaro para manter pacificação e destravar crédito
Economia

Empresários pedem a Bolsonaro para manter pacificação e destravar crédito

Julgamento de Dallagnol por PowerPoint contra Lula é adiado
Julgamento

Julgamento de Dallagnol por PowerPoint contra Lula é adiado