Manifestantes a favor da intervenção militar invadem plenário da Câmara

Eles quebraram a porta de vidro do plenário e interromperam a sessão presidida pelo primeiro vice-presidente, Waldir Maranhão (PP-MA).

Ex-prefeito João da Costa (PT)Ex-prefeito João da Costa (PT) - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Cerca de 50 manifestantes a favor da intervenção militar invadiram o plenário da Câmara Federal na tarde desta quarta-feira (16).

Leia mais:
Maia determina prisão de manifestantes que invadiram o plenário da Câmara

Eles quebraram a porta de vidro do plenário e interromperam a sessão presidida pelo primeiro vice-presidente, Waldir Maranhão (PP-MA).

Os manifestantes dizem não pertencer a nenhum grupo organizado e se recusam a passar mais informações sobre ele.

Do alto da Mesa da Câmara, gritam "viva Sergio Moro" e "queremos general". Houve empurra-empurra com seguranças.

"Eles estão todos loucos. E tem gente armada aí dentro", afirmou o deputado Beto Masur (PRB-SP), primeiro-secretário da Câmara, que estava negociando com os manifestantes.

"Tem muita gente drogada e tem gente armada sim", disse o deputado Julio Delgado (PSB-MG).

Veja também

Bolsonaro nomeia Kassio Nunes Marques como ministro do STF
Supremo

Bolsonaro nomeia Kassio Nunes Marques como ministro do STF

Bolsonaro pede que diplomatas levem verdade do Brasil ao exterior
Política

Bolsonaro pede que diplomatas levem verdade do Brasil ao exterior