Manifestantes começam a se reunir na avenida Paulista, em São Paulo

A maioria está vestida de verde ou amarelo, e muitos levam cartazes e gritam pedindo "Fora Renan".

Governador Paulo Câmara (PSB) Governador Paulo Câmara (PSB)  - Foto: Divulgação

Milhares de pessoas se reúnem para protestar contra a corrupção na avenida Paulista neste domingo (4).

A maioria está vestida de verde ou amarelo, e muitos levam cartazes e gritam pedindo "Fora Renan".

Em discurso no carro do MBL (Movimento Brasil Livre), Fernando Holiday afirmou que o protesto é independente de partidos.

"Pode ser PSDB, PMDB, PT, o povo se cansou", disse.

"Eles pensaram que a gente ia voltar para casa. Mas vamos voltar às ruas até eles tomarem vergonha na cara".

Mais cedo, protestos foram realizados em ao menos oito Estados -São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco, Bahia, Alagoas, Pará e Amazonas-, além do Distrito Federal.

Os manifestantes criticavam o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e defendem o juiz Sergio Moro e a operação Lava Jato.

Veja também

TSE: extratos bancários de partidos serão publicados na internet
eleições

TSE: extratos bancários de partidos serão publicados na internet

Moraes é sorteado relator de inquérito que investiga acusações de Moro contra Bolsonaro
justiça

Moraes é relator de inquérito de Moro contra Bolsonaro