Recife

Manifestantes contrários ao resultados das eleições protestam em frente a quartel no Recife

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL), derrotado nas urnas nas eleições presidenciais, haviam congestionado viaduto antes

Ato antidemocrático em frente ao Comando Militar do NordesteAto antidemocrático em frente ao Comando Militar do Nordeste - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

A caminho do bairro do Curado, no viaduto que liga a avenida Abdias de Carvalho à BR-232, no Recife, o fluxo de carros é intenso nesta manhã de quarta-feira (2), feriado de Dia de Finados.

De carro, em motos, em bicicletas e até mesmo a pé, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL), derrotado nas urnas nas eleições presidenciais, se deslocam até a frente do Comando Militar do Nordeste, onde já há a concentração do protesto que não reconhece o resultado do pleito.

Aos gritos de “Intervenção Federal”, “O Brasil é Nosso” e “Não validamos o STF”, os manifestantes seguem vestidos de verde e amarelo, carregando bandeiras e fazendo buzinaço.

No caminho, também há apoiadores levando fardos de água para levar até o local da concentração.

Não há bloqueio total da BR-232, mas, de acordo com a PRF, são cerca de 2,5 km de congestionamento na via.

Um dos motivos que aumenta o trânsito no local é a realização de uma obra de recuperação do asfalto na via, bem em frente ao CMNE.

A presença da PRF tem auxiliado na fluidez, ainda que lenta, do fluxo de veículos no local.

O tempo inteiro os manifestantes reforçam que a movimentação é pacífica e busca apenas a "justiça". Aos gritos de "Eu Autorizo", eles pedem, a todo instante, intervenção federal.

 

 

Veja também

Eduardo Bolsonaro diz que Marçal fez "recorte malicioso" de entrevista concedida pelo deputado
BRASIL

Eduardo Bolsonaro diz que Marçal fez "recorte malicioso" de entrevista concedida pelo deputado

Lula foi monitorado pelo governo dos Estados Unidos, diz jornal
investigação

Lula foi monitorado pelo governo dos Estados Unidos, diz jornal

Newsletter