Marina e Lóssio juntos em defesa da Chesf

Atividade será realizada na Ilha do Massangano, em Petrolina, e marcará filiação

Marina e Júlio LóssioMarina e Júlio Lóssio - Foto: divulgação

Após um período de recesso em função do falecimento recente de seu pai, a presidenciável Marina Silva retoma as articulações políticas e, ontem, deixou pré-agendado com o ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio, um ato no qual vão debater os problemas do semiárido. O evento será realizado na Ilha do Massangano, em Petrolina. A discussão contra a privatização da Chesf estará na pauta. A previsão é de que a atividade ocorra em fevereiro. A data está dependendo da agenda de Marina Silva. Esse encontro marcará a filiação de Lóssio à Rede, cujo martelo foi batido, ontem, durante o primeiro contato entre ele e a presidenciável em Brasília. Como a coluna antecipou ainda em novembro, Lóssio concorrerá a governador de Pernambuco, encabeçando palanque para Marina no Estado.

A reunião na Capital Federal contou com a presença ainda de dois membros da direção nacional da Rede: Basileu Margarido e Pedro Ivo Batista. Marina chegou a brincar com Lóssio, que vem percorrendo o Estado com movimento intitulado "Pernambuco Pode Mais", dizendo que, talvez, fosse o caso de ela adotar também "O Brasil Pode Mais". Com essa etapa do tête-a-tête concluída, o próximo passo, agora, é organizar o ato no Sertão do São Francisco. Lóssio deixará o PMDB - partido pelo qual se elegeu prefeito de Petrolina duas vezes, disputando, na última, contra o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, cujo pai, o senador Fernando Bezerra Coelho, também está no páreo para concorrer ao Governo do Estado.

Com Lula ou sem Lula
Membro das direções estadual e nacional da Rede, Roberto Leandro pondera que o novo cenário que se impõe para Lula, após condenação no TRF4, não influencia em nada no projeto presidencial da Rede. "É com Lula, sem Lula, com Bolsonaro, sem Bolsonaro, vamos estar colocando nosso projeto", assinala.

Intenções > "Com Lula no cenário, nós estamos aparecendo nas pesquisas e é porque Marina só foi colocada como pré-candidata, agora, no final de dezembro", sublinha Roberto Leandro.

Entre PT e ...> Em Serra Talhada, anteontem, o deputado federal Tadeu Alencar esteve na casa do prefeito da cidade, o petista Luciano Duque.

Tadeu Alencar e Luciano Duque

Tadeu Alencar e Luciano Duque - Crédito: divulgação

...PSB > O socialista garante que a visita foi de cortesia e não tem relação com eventual aproximação entre PT e PSB no Estado. Pré-candidato a deputado estadual, Dr. Waldir também participou da conversa.

Suporte > Na segunda-feira, Tadeu embarca para São Paulo, onde participa de reunião da Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (RAPs), que tem como presidente do Conselho Diretor, Guilherme Leal, fundador da Natura e ex-vice de Marina Silva.

A torto e a... > Presidente nacional do PSL, que fez consulta recente ao TSE sobre a divisão do fundo eleitoral, Luciano Bivar diz que o chamado "fundão", de R$ 1,7 bilhão, serve para "os caras lavarem dinheiro e comprar voto".

...direito > "Você pega um dinheiro público, um dinheiro do governo e dá para um partido político para ele comprar votos, porque não é um dinheiro como fundo partidário, para funcionamento do partido, é um dinheiro distribuído para os candidatos para compar votos", dispara Luciano.

 

Veja também

PSOL entra com queixa crime contra Bolsonaro por atuação na pandemia
Brasil

PSOL entra com queixa crime contra Bolsonaro por atuação na pandemia

Morre ex-deputado Nelson Meurer, condenado na Lava Jato, por Covid-19
Luto

Morre ex-deputado Nelson Meurer, condenado na Lava Jato, por Covid-19