Marisa Letícia passa por primeiro exame para confirmar morte cerebral

Um novo exame será realizado no início da noite em São Paulo

Dona Marisa Letícia Dona Marisa Letícia  - Foto: Reprodução/Internet

O Hospital Sírio-Libanês informou, no início da tarde desta sexta (3), que às 12h05 (horário de Brasília) foi realizada a primeira etapa do protocolo de morte encefálica da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, de 66 anos.

A morte cerebral foi declarada na manhã dessa quinta (2), porém ainda seriam necessários mais dois exames para constatar o diagnóstico.

Segundo o boletim médico, o protocolo será finalizado às 18h05, quando será realizado um novo exame.

Marisa Letícia foi internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Sírio-Libanês, em São Paulo, no dia 24 de janeiro, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico.

Nessa quinta, foi realizado um doopler transcraniano que identificou a ausência de fluxo cerebral na paciente. A família autorizou a doação de órgãos.

A ex-primeira-dama está sendo acompanhada pelas equipes coordenadas pelos médicos Roberto Kalil Filho, Milberto Scaff, Marcos Stávale e José Guilherme Caldas.

Veja também

Queiroga vê risco de oferta irregular de vacina e diz ter o dever de persuadir Bolsonaro
Ministério da Saúde

Queiroga vê risco de oferta irregular de vacina e diz ter o dever de persuadir Bolsonaro

Pacheco e Queiroga discutem uso de fábricas de vacina animal para produzir imunizante contra Covid
Coronavírus

Pacheco e Queiroga discutem uso de fábricas de vacina animal para produzir imunizante contra Covid