MDB-PE: defesa lista prefeitos dispostos a deixar sigla

Documento cita 15 dos 17 gestores que cogitam sair da legenda, caso ela mude de comando

Raul Henry Raul Henry  - Foto: Divulgação

O deputado federal Fernando Monteiro, que ainda estuda o partido para o qual atravessará - uma vez que está de malas prontas para deixar o PP - comunicou ao vice-governador do Estado, Raul Henry, que está disposto a assinar uma carta, registrando que, caso o partido permaneça sob o comando de Henry, sem controvérsia jurídica, ele se dispõe a engrossar as fileiras da legenda. O MDB no Estado era a opção preferencial de Fernando, que terminou engatando conversas com outros partidos em função do impasse jurídico ao qual o partido está submetido. Diante do imbróglio, as projeções de atração de deputados federais, movimento que se daria mediante o ingresso do senador Fernando Bezerra Coelho, conforme realçara o presidente nacional, Romero Jucá, acabaram não se concretizando até o momento. A ideia era ampliar a legenda em Pernambuco. Na defesa administrativa apresentada pela direção do MDB-PE no processo de dissolução, que deve ser analisado no dia 20, consta uma carta na qual 15 dos 17 prefeitos da sigla afirmam que, caso o grupo de Henry e Jarbas Vasconcelos percam o comando, eles deixariam as hostes emedebistas. Nessa conta, entram ainda três deputados estaduais e o secretário de Habitação, Kaio Maniçoba. Restariam Jarbas e Henry, que estão na trincheira, e um partido encolhido.

Do 4040 para o 9090

A filiação do deputado federal João Fernando Coutinho ao PROS ocorre, hoje, como a coluna cantara a pedra, na liderança da sigla na Câmara Federal, às 9h. João Fernando usava o número 4040 no PSB. Nas hostes socialistas, havia demanda, como a coluna já registrara, para que esse número pudesse ser usado por João Campos, possibilidade que, agora, pode se concretizar. João Fernando deve adotar o 9090.

Paralelo > João Fernando atravessa para assumir o comando da nova sigla no Estado. A direção nacional do PROS, em paralelo, mantém conversas com Gonzaga Patriota e Severino Ninho.

Enfim > A carta de desfiliação de João Fernando Coutinho foi enviada, ontem, a Carlos Siqueira depois que o deputado teve uma conversa com Paulo Câmara. O diálogo com o governdor era premissa estabelecida pelo parlamentar para bater o martelo, mas a agenda do governador não vinha facilitando.

Martelo... > Presidente do PSC-PE, André Ferreira confirma à coluna que "está tudo certo" para o ingresso do presidente da Alepe, Guilherme Uchoa, e de seu filho, Guilherme Uchoa Júnior, no PSC.

...batido > Segundo André Ferreira, falta só resolver a data do ato de filiação. André montou chapinha do seu partido, independente de chapão do governo. E a saída de Guilherme do PDT tem a ver, exatamente, com o fato de seu herdeiro não ter sido aceito na chapinha do PDT, SD, PP e PCdoB.

Segura > A ida de Uchoa para o PSC chegou a ser tratada em conversas entre André e membros do governo e pode vir a funcionar como ponte na relação entre os Ferreira e o Palácio das Princesas. O clã apoia o governador, mas vem sendo afagado pela oposição.

Risco > Condenado em 2ª instância no TJPE, o ex-prefeito João Paulo acaba em situação similar a de Lula em relação à Lei de Ficha Limpa. Seu registro de candidatura dependerá da Justiça Eleitoral. O processo foi oriundo de representação do Ministério Público de Contas em 2008 após auditoria do TCE em consultorias da PCR.

Ministro > À frente do Ministério do Trabalho na condição de interino, Helton Yomura desembarca no Recife amanhã. Chega para cumprir agenda com empresários da FIEPE.

Veja também

Geraldo Pinho Alves Filho quer trazer linha de metrô para Paulista
Eleições 2020

Geraldo Pinho Alves Filho quer trazer linha de metrô para Paulista

Em Casa Amarela, João manda recado e diz que não se resolve problemas da cidade no grito
Eleições 2020

Em Casa Amarela, João manda recado e diz que não se resolve problemas da cidade no grito